Início Destaques

Polícia Civil deve anunciar características do homem encontrado morto na vala

Não houve ainda a chamada de familiares para o reconhecimento; polícia científica quer ter certeza se o corpo é do comerciante desaparecido desde novembro no Hortênsias. Resultado da autópsia sai em 20 dias.

93
Polícia Científica em Araraquara, onde está o corpo para a elaboração do laudo

O corpo encontrado em uma cova rasa no final da tarde desta segunda-feira (2), em Matão, foi necropsiado na manhã desta terça-feira no Instituto Médico Legal, em Araraquara. A necropsia é um tipo de exame científico realizado em cadáveres com a finalidade de apurar a causa da morte. Apenas metade do corpo foi enterrado estando ele apenas com a cueca e camiseta.

É isso que ocorreu por conta dos peritos que deverão se pronunciar nas próximas horas sobre as características da pessoa. Para a Polícia Civil de Araraquara que está acompanhando o caso por conta do desaparecimento do comerciante José Domingos Rossomano, no dia 16 de novembro do ano passado.

Rossomano que está desaparecido desde aquele dia (14h), no Jardim das Hortênsias, em nossa cidade, foi visto em companhia de três indivíduos que o colocaram dentro do carro, após uma abordagem. Na oportunidade, segundo testemunhas, eles estariam carregando um galão de gasolina. O carro da vítima apareceu algum tempo depois queimado.

O corpo agora achado em estado de decomposição, por um morador da zona rural, perto da Vicinal Francisco Malzoni foi trazido para o IML em Araraquara, aguardando-se o resultado do laudo que deverá estar concluído em 20 dias.

Nesta manhã a Polícia Científica preferiu não se manifestar ou informar se as características do morto seriam semelhantes as de José Domingos Rossomano. O que se sabe é que – nenhum parente ainda foi chamado para o reconhecimento do corpo praticamente decomposto.