Início Agronegócio

Ponte dos Machados vai depender da Cutrale para sair do papel

Interditada para veículos pesados desde janeiro de 2020 e mesmo com verba em disponibilidade a obra não saiu do papel e precisa que a Cutrale desvie os dutos de esgoto industrial que passam sob o leito do córrego. Isso é incrível.

167
É vísivel o lamentável estado da ponte colocando em risco a vida das pessoas

A ponte sobre o Córrego do Ouro no Bairro dos Machados, na Estrada Vicinal Abílio Augusto Corrêa, que liga Araraquara a Guarapiranga, ainda não saiu do projeto. Usuários da via e moradores da região que necessitam escoar produção, pedem celeridade na obra que deveria ter seu início em julho de 2021, já que a verba foi disponibilizada pelo governo do estado de São Paulo.

Caminhões não podem passar pela ponte desde que foi interditada para veículos pesados no dia 28 de Janeiro de 2020. “O estado de conservação da ponte já estava crítico e foi agravado pela intensidade das chuvas em dezembro de 2019, com perigo de desabamento e oferecendo risco a quem trafega pelo local”, dizem os usuários que precisam andar por quilômetros, por não poderem se utilizar da ponte.

Mesmo quem trafega com veículo leve, tem receio de passar pelo local. “Passo diariamente pelo local para ir até meu sítio, e posso notar que a ponte não é mais segura, estão esperando algum carro cair para começar as obras, falta responsabilidade do poder público”, disse Teresa Ilhosa de Carvalho, que tem sua propriedade próximo à Guarapiranga.

Um carro da Secretária de Transito faz a segurança do local, mas de acordo com um morador do bairro que prefere não se identificar, em alguns horários que não há vigilância, caminhões, considerados veículos pesados, estão passando pela ponte.

De acordo com informações obtidas pelo RCIA houve nova suspensão das obras por 120 dias; com isso até mesmo os 14 funcionários da construtora, responsáveis pela construção deixaram a cidade.

ENTENDA A DEMORA

O prefeito Edinho participou no dia 2 de julho de 2021, do ato de assinatura da ordem de serviço para o início das obras da nova ponte sobre o Córrego do Ouro no Bairro dos Machados, na Estrada Vicinal Abílio Augusto Corrêa, que liga Araraquara a Guarapiranga, Ribeirão Bonito, Assentamento Bela Vista e propriedades rurais, de acordo com matéria veiculada pela prefeitura.

Na data, a cerimônia foi realizada no salão da Capela Nossa Senhora de Fátima, do Bairro dos Machados e contou com a presença do vice-governador do estado de São Paulo Rodrigo Garcia (PSDB).

Ainda de acordo com a prefeitura na época, a obra começaria na semana seguinte, após a assinatura, onde inclui a demolição da ponte existente e a construção de uma nova ponte, mais ampla.

O investimento total será de R$ 2.209.421,36, sendo R$ 2.140.428,92 em repasse estadual e R$ 68.992,44 em contrapartida municipal. O serviço será executado pela empresa Verdebianco Engenharia Eireli e tem prazo estimado de 180 dias.

O QUE DIZ A PREFEITURA

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos em nota disse ao RCIA que teve que interromper a parte civil da obra da ponte dos Machado até que a empresa Cutrale faça o desvio dos seus dutos de esgoto industrial que passam sob o leito do córrego e que, segundo a empresa, poderiam não resistir às estacas e vibrações das máquinas no local. Trata-se de uma medida preventiva, que foi adotada para evitar um desastre ambiental naquele ponto, explica.

Na nota a prefeitura diz ainda que a Cutrale solicitou até 90 dias para concluir o desvio dos seus dutos. Assim que essa remoção for concluída, as obras da ponte dos Machados serão retomadas.

Veja o estado em que se encontra a Ponte dos Machados: