Início Cidade

Por coronavírus  estagiários de medicina são afastados da Santa Casa em Araraquara

Universidade de Araraquara (Uniara) desmente que alunos infectados teriam participado de uma festa de aniversário em república estudantil

99
Transplante Santa Casa
Santa Casa de Araraquara decidiu afastar os estagiários, o mesmo acontecendo com a Gota de Leite

Foi uma segunda-feira de correria, tensão e apreensão entre profissionais da saúde diretamente envolvidos no atendimento e tratamento dos pacientes da Santa Casa de Misericórdia de Araraquara logo após a divulgação de que, 12 estudantes que cursam o 5° e 6° ano de medicina da Uniara teriam sido infectados pelo novo coranavírus.

Os alunos cumprem estágio no hospital e imediatamente foram afastados das suas atividades logo após apresentarem sintomas semelhantes aos da covid-19. A primeira informação é de que eles teriam participado de festa de aniversário em uma república habitada por colegas universitários.

De imediato a Santa Casa procurou saber quem teria tomado parte da festa para afastá-los da convivência com profissionais e pacientes, tendo sido detectado que pelo menos 12 universitários estariam apresentando os sintomas, sendo estes afastados do estágio. Outra iniciativa rápida foi procurar saber – com quem teriam mantido contato neste período. Todos então foram testados; quanto aos pacientes internados não houve a apresentação de nenhum caso de contaminação, revelou a direção do hospital.

Como as pessoas que atuam na frente de trabalho passam por exames permanentemente e logo são afastadas em casos positivados a medida trouxe certo alívio. Daqueles que foram testados, dois deles de fato estão infectados, passando por acompanhamento médico; os demais entraram em processo de quarentena estando sob monitoramento.

O afastamento do grupo de estagiários do hospital segundo consta foi uma decisão da coordenação do curso de medicina e do hospital que descartam, neste primeiro momento, a aplicação de medida disciplinar, pois isso compete a universidade que é detentora do curso. A preocupação está centrada no fato de que o Ministério da Educação autorizou recentemente o retorno do curso de medicina e no protocolo consta a proibição de festas e aglomerações para alunos e principalmente estagiários.

No caso dos universitários afastados das atividades na Santa Casa, segundo consta, eles moram na república e era uma festa de aniversário com aproximadamente 15 pessoas. O evento se deu – faz 15 dias.

Paralelamente a Fungota, através sua diretoria, também decidiu suspender o estágio de estudantes de medicina positivados com o novo coronavírus devendo definir nesta terça-feira um programa com medidas preventivas, preocupando-se com a propagação do vírus entre os funcionários e as pessoas que estão internadas. Por precaução estão suspensos todos os estágios.