Início Cidade

Seo Dario completa cem anos

Ele nasceu em 25 de outubro de 1920, comemorou em setembro 73 anos de casamento

762
A data marcante foi comemorada com sua esposa Zula, em sua casa neste ano, devido a pandemia da covid-19

Dario Gonçalves da Silva nasceu em Bento Quirino, bairro de São Simão, em 25 de outubro de 1920. É casado com Desolina, a Zula. O casal tem quatro filhos e vários netos. Radiotelegrafista aposentado, dedicou-se a escrever crônicas no jornal O Imparcial durante muitos anos.

Dario, a jornalista Célia Pires e o advogado João Luiz Ultramari, integrantes da Academia de Letras Araraquarense

É autor dos livros Crônicas da Terra (volumes 1, 2 e 3). Em 13 de junho de 2007 recebeu o Título de Cidadão Araraquarense pelos incontáveis serviços à comunidade que sempre considerou como sua. Ocupa a cadeira número nove da Academia Araraquarense de Letras.

Casal comemora 73 anos de união: bodas de mogno

Muita gente até se espanta quando fica sabendo que o casal Dario Gonçalves da Silva e Desolina Hortence da Silva tem mais de 70 anos de casados. Mas o amor não é eterno? Eles são a prova viva que sim. Que é terno e eterno, paciencioso, perseverante e sobretudo respeitoso. Respeitoso no sentido de um respeitar o espaço do outro, de dialogar e mais do que simplesmente ser amante é ser parceiro.

Certa vez Sr. Dario que trabalhava no telégrafo estava atrasado e a esposa Zula para que ele não perdesse tempo dava comida em sua boca. A família construída pelo casal com os filhos Margarida Marina Gonçalves Ferreira, Maria Cristina Gonçalves Lyra, Luiz Antonio Gonçalves da Silva Maria de Lourdes Gonçalves Seabra floresceu em netos e bisnetos.

Zula é parceira em tudo e apóia o marido nas suas incursões literárias. Para se ter uma idéia ele escreveu seu primeiro livro aos 85 anos. E quando ele tomou posse na Academia Araraquarense de Letras lá estava ela, juntamente com os filhos e todos os netos na primeira fila. Afinal, família é isso: conjugar os verbos participar e amar. Quando se aprofunda na história do casal Dario e Zula, entendemos porque razão chegaram a mais de 73 anos de matrimônio. Casaram-se no 25 de setembro de 1947.

A comemoração dos seus 95 anos na redação do Jornal O Imparcial, foi acompanhada por José A.C.Silva, diretor do jornal, sua filha Margarida Marina Gonçalves Ferreira e também pela jornalista Célia Pires

O texto que nos foi gentilmente cedido pela jornalista Célia Pires, vem acompanhado também de uma saudação ao amigo Dario, que nunca abriu mão de comemorar seu aniversário na redação do Jornal O Imparcial.

“Dario Gonçalves da Silva completa mais um ano de vida.

Pena que a pandemia me impede de levar o meu abraço.

Ele representa um sopro de esperança quando tudo parece estar perdido.

Alguém que nos faz sentir que somos acolhidos, queridos.

Que é tão jovem na alma e tão sábio na idade.

Uma joia preciosa que vida deu de presente para aqueles que tiveram e tem a oportunidade de estar ao seu lado. Como diria alguém que conheço, ele parece um ursinho fofinho.

Mas com certeza é alguém que abrimos as portas do nosso coração para que este transborde de amor.

Um viva à sua vida!

Um homem de exemplos

De valores

De fé

Um homem de Deus!