Início Destaques

Técnicos dos IPT fazem avaliação de revitalização na Bacia do Ribeirão das Cruzes

A visita é objeto de uma demanda do Daae para a adesão de Araraquara ao Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (PATEM)

20
técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Cláudio Ridente e Gerson Salviano de Almeida, estiveram em Araraquara para levantamento e avaliação de informações técnicas

Nos dias 2 e 3 de agosto, os técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Cláudio Ridente e Gerson Salviano de Almeida, estiveram em Araraquara para levantamento e avaliação de informações técnicas, além da realização de vistorias relacionadas à revitalização da bacia hidrográfica de captação de águas para abastecimento público do Ribeirão das Cruzes.

A visita é objeto de uma demanda do Daae para a adesão de Araraquara ao Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (PATEM), que é financiado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, com apoio técnico do IPT.

Uma das principais vocações do Instituto é dar suporte tecnológico ao poder público. Por meio dos atendimentos do PATEM, que já realiza há mais de 25 anos, apresenta soluções para demandas tecnológicas dos municípios, que possam promover o desenvolvimento local e proporcionar ganhos significativos para a sociedade e ao meio ambiente.

Contando com laboratórios capacitados e equipe de pesquisadores e técnicos altamente qualificados, o IPT atua de forma multidisciplinar e suas competências contemplam os mais diversos segmentos como energia, transportes, petróleo e gás, meio ambiente, construção civil, recursos hídricos, águas subterrâneas, cidades, materiais, saúde e segurança.

Para o superintendente do Daae, Donizete Simioni, que aguarda com expectativa os resultados da visita para a confirmação da contemplação do município, um planejamento multidisciplinar de ações estruturais e não estruturais na bacia de captação de águas do Ribeirão das Cruzes é fundamental para a garantia da qualidade e quantidade da água do abastecimento da cidade, uma vez que este manancial é responsável por quase 20% de toda água distribuída pelo Daae em Araraquara.

Caso Araraquara seja contemplada no programa, outras equipes do IPT retornarão ao município para diagnósticos específicos, divididos em grupos setoriais de especialidades, que posteriormente serão convergidos em um planejamento de ações integradas de curto, médio e longo prazo para a bacia hidrográfica.

Acompanharam a visita e as vistorias de campo, técnicos do Daae, das Secretarias Municipal de Obras, de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Urbano.