Início Destaques

Um dos assassinos do jovem comerciante é preso no Jardim São Rafael

Nesta manhã a Polícia Militar conseguiu prender um dos assaltantes à loja de semijoias no São Geraldo, em Araraquara. O latrocínio ocorreu pouco depois das 18h envolvendo uma dupla que fugiu numa moto, deixando no local um aparelho celular. Um dos presos está na DIG onde presta depoimento; o outro ainda está foragido, no entanto a PM já tem sua identificação.

1702
Tenente Willian que participou da caçada e a chegada da PM trazendo para a DIG um dos assassinos

Na primeira hora da manhã desta terça-feira (21) viaturas da Polícia Militar começaram a monitorar os locais onde os assassinos do jovem comerciante Rafael Augusto de Oliveira, 21 anos, poderiam estar escondidos na região norte da cidade. Denúncias davam conta de que eles estariam em uma casa no Jardim São Rafael, em Araraquara.

Na verdade somente um estava escondido no local e tentou fugir saltando muros, contudo a PM havia montado um cerco desconfiada da tentativa do bandido escapar. Detido, ele – provavelmente menor de idade, segundo a polícia, confessou ter participado do latrocínio e contou quem era o seu parceiro.

Para os policiais ele alegou que não atirou e que o assassino seria o seu parceiro; na casa foi encontrada um simulacro ou seja “arma de brinquedo”, que foi recolhida e colocada a disposição da DIG, onde neste momento o criminoso está sendo ouvido.

A polícia agora está empenhada inclusive em prender o comparsa que – sendo maior estaria com a moto utilizada durante o assalto a loja de semijoias no bairro de São Geraldo.

O CRIME, SAIBA COMO FOI

O assalto ocorreu pouco depois das 18h na loja ZO Joias (Zona Oeste Joias), que fica na Avenida Professor Jorge Borges Corrêa com Rua Expedicionários do Brasil, região do São Geraldo.

Consta já era fim de expediente quando dois homens adentraram ao estabelecimento, usando máscaras e capuz. Os pais do jovem Rafael Augusto de Oliveira já haviam se retirado pois residem ao lado e o filho se preparava para o fechamento do estabelecimento.

A mãe conta que – havia se retirado para preparar um copo com leite para o filho que é casado e reside em outro lugar e ao voltar se deparou com um dos bandidos colocando as semijoias em uma mochila; o outro tinha o seu filho na mira do revolver empunhado pelo criminoso. O pai chegou a acompanhar a ação dos bandidos pelas câmeras de monitoramento.

Informações revelam que o tiro acertou o lojista na altura do pescoço e a mãe desesperada tentou estancar o sangue com um pano até a chegada de uma Unidade do SAMU, porém, o comerciante não chegou a receber atendimento, falecendo no trajeto.