Início Destaques

Venda de área agregada ao Pinheirinho vai valorizar região leste de Araraquara

Vereadores discutem nesta terça a venda do Centro de Treinamentos à Ferroviária e se isso acontecer moradores vão conviver com o desenvolvimento econômico sem que a região perca as características e sua prática sustentável.

212
Poder Público já não consegue encontrar formas para manutenção dos seus bens

A venda de área agregada ao Parque Pinheirinho onde está o Centro de Treinamento à Ferroviária agrada aos moradores de bairros próximos que esperam a valorização daquela importante parte da cidade

Os vereadores de Araraquara discutem na tarde desta terça-feira (8) durante sessão ordinária da Câmara Municipal se autorizam o município a proceder a venda de uma área ocupada pelo Centro de Treinamento do Pinheirinho, localizado no Parque do Pinheirinho. Atualmente, o local é utilizado pela da Ferroviária S/A por conta de uma permissão de uso outorgado, para o treinamento de suas equipes de futebol.

O terreno tem 138.230,14 metros quadrados, com cinco campos de futebol, vestiários com 504,20 m², caixa de água para 15 mil litros, sanitários e 1.808 metros de alambrado. A área foi avaliada no mercado em R$ 15.327.084,12. A Prefeitura garante que poderá utilizar os recursos da venda para realizar melhorias em sua infraestrutura esportiva, inclusive para o futebol amador.

A primeira vista a venda da área poderia ocasionar algumas controvérsias contudo a maioria dos parlamentares estão dispostos a aprovar a negociação diante dos inúmeros benefícios que a ocupação por um centro de treinamento ou de atividades esportivas poderá trazer ao lugar e aos bairros adjacentes. Um dos moradores das proximidades chega a comentar a citar a valorização dos imóveis naquela região como fator importante se de fato uma transação comercial acontecer. “Vivemos em uma região aparentemente distante do centro da cidade e com uma área que facilita ações de perigo, como aconteceu recentemente em que atearam fogo causando-nos problemas respiratórios”, conta.

Levar o desenvolvimento para aquela região da cidade será uma conseqüência do progresso, no entanto, o avanço econômico pode ocorrer de forma ordenada se de fato investimentos forem realizados com projetos que despertem a atenção dos empresários. No caso desta área anexa ao Parque Pinheirinho, a prática esportiva exercida com responsabilidade pode se aliar a cultura e ao lazer, preservando o meio ambiente e dando perfil de sustentabilidade as ações de progresso dos bairros próximos.

Tendo a garantia de investimentos aplicados no Centro de Treinamento da Ferroviária, para os especialistas o próprio Parque do Pinheirinho se fortalece, redimensiona os projetos voltados para o bem estar da comunidade e supera traumas de ser uma região esquecida: “É importante que pensem em nós, no nosso bairro; assim fazendo poderemos sonhar principalmente com transporte coletivo de melhor qualidade; isso ocorrendo outros benefícios chegarão”, assegura um outro morador.

Até mesmo os conservadores que poderiam ser contrários a comercialização desta área anexa ao Parque Pinheirinho parecem agora estar convencidos de que a venda seja uma solução para os problemas do bairro; é verdade que, com recursos obtidos outros projetos esportivos poderão ser colocados em prática como a criação de campos de futebol que interliguem os bairros da cidade: “O Pinheirinho para a prática do futebol amador está muito longe de algumas regiões e é quase impraticável sair do Vale do Sol ou Santana para jogar no outro lado da cidade, pois a logística não favorece”. Neste caso já são sugeridas a revitalização do campo da Atlética e do póprio Acco para a disputa dos campeonatos amadores.

A decisão da venda em votação simples nesta terça-feira pode até mesmo proporcionar outro direcionamento ao desenvolvimento e valorização de uma das regiões mais importantes da cidade.