Início Destaques

Antes de recuar flexibilização, isolamento em Araraquara é de 41%

Se continuar com taxa média de isolamento social anunciada neste domingo (14) a nossa cidade corre risco de medidas ainda mais severas

98
Mapa do Estado de São Paulo indicando a média de isolamento social em Araaquara

“Nós empreendedores, pequenos e médios empresários estamos começando a viver uma crise sem precedentes e com as normas que serão publicadas nesta terça-feira já não vemos luz no fim do túnel”. A manifestação mostrada por um comerciante neste final de semana nas redes sociais demonstra a inquietação da classe que há 84 dias vem enfrentando o maior desafio das suas vidas – o coronavírus.

Se o comércio não abre ou se abre suas portas apenas com medidas extremamente exigentes para evitar a propagação do vírus, praticamente tem o mesmo significado; o que vendemos e recebemos por causa de uma meia-boca mal dá para pagarmos os funcionários.

Se de um lado está a preocupação dos lojistas, donos de bares, restaurantes, lanchonetes e outras atividades consideradas não essenciais que buscam desesperadamente fazer o mínimo de caixa do outro estão as dificuldades para empréstimos barrados pela inadimplência com os impostos que já vem por questões econômicas causadas pela política.

Outro aspecto é a Saúde Pública que se assegura na necessidade de salvar vidas apresentando como tema o isolamento social, item que fez Araraquara regressar às medidas anteriores de um decreto publicado pela Prefeitura Municipal com aval do Comitê de Contingência, em março. Este novo documento que já é do conhecimento público será publicado nesta terça-feira por causa da legalidade.

O ISOLAMENTO

O Comitê de Contingência tem se apegado ao isolamento social para evitar a propagação da doença; esta é a linha-mestra, diz a Secretaria Municipal de Saúde, mas observa-se como a própria Secretária de Saude Eliana Honain, que não há respeito ao isolamento e neste domingo ao publicar os índices de Araraquara – a taxa média de Araraquara é de 41%.

O índice mostrado por Araraquara é o terceiro pior do Estado de São Paulo entre 104 municípios que possuem mais de 70 mil habitantes. O acompanhamento é medido pelo SIMI – Sistema de Monitoramento Inteligente criado pelo Governo do Estado para monitorar a circulação das pessoas fora de suas casas.

OS VINTES PIORES MUNICÍPIOS EM ISOLAMENTO

Ranking apresentando os 20 piores municípios do Estado em isolamento social

Araraquara só não consegue ser pior que Presidente Prudente e Araçatuba que apresentam taxa de 39%. Nem mesmo nos fins de semana o araraquarense leva a sério a permanência em suas casas o que poderia melhorar essa média. Com isso os reflexos da circulação acabam impedindo o avanço para a reabertura total das atividades comerciais na cidade.