Início Esporte

COI admite cancelar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2021

Pandemia do coronavírus (COVID-19) ainda gera preocupação aos organizadores dos Jogos

14
Em entrevista, presidente do COI, Thomas Bach, admitiu que os Jogos podem ser cancelados - Crédito: Divulgação

O COI (Comitê Olímpico Internacional) admitiu, pela primeira vez, que pode cancelar os Jogos Olímpicos de Tóquio, programado para acontecer em 2021.

Em entrevista ao canal BBC, o presidente do comitê, Thomas Bach, falou da possibilidade de cancelamento das Olimpíadas, caso a pandemia do coronavírus (COVID-19) não seja controlada até lá.

“É a última opção. Francamente, entendo isso porque você não pode empregar para sempre 3.000 ou 5.000 pessoas em um comitê organizador. Você não pode mudar todos os anos todo o calendário esportivo mundial de todas as principais federações. Você não pode ter os atletas em incerteza. Você não pode ter tanta sobreposição com os futuros Jogos Olímpicos, por isso entendo essa abordagem de nossos parceiros japoneses”, contou Bach.

Mesmo com a possibilidade, o mandatário afirmou que existe um plano para que os 11 mil atletas que competirão nas Olimpíadas, fiquem de quarentena durante a disputa.

O primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, declarou não ter um plano B para que os Jogos aconteçam em Tóquio. Já o presidente do comitê local, Toshiro Muto, firmou compromisso para que as competições aconteçam.

As Olimpíadas de Tóquio foram remarcados para os dias 23 de julho de 8 de agosto de 2021.