Início Destaques

Conmebol confirma Argentina como sede da Libertadores Feminina em 2021

Competição foi adiada em 2020 por conta do Covid-19 e será realizada entre 5 e 21 de março do ano que vem

28
Crédito: Reprodução / Facebook FEF

Na manhã desta sexta-feira, a Conmebol confirmou a realização da Copa Libertadores Feminina de 2020 para o próximo ano, entre os dias 5 e 21 de março, na Argentina.

O anuncio sobre a realização do torneio no país vizinho foi feito ontem pelo ex-jogador e presidente da AFA, Cláudio Tapia, em coletiva realizada para o lançamento do Torneo Transición 2020, o qual também dará vaga para a competição continental.

“Venho comunicar, como presidente da AFA e vice-presidente da Conmebol, que teremos a possibilidade de ser sede da próxima Copa Libertadores Feminina”, declarou o cartola.

Anteriormente, a competição aconteceria no Chile, mas acabou sendo adiada por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Ao todo, serão 16 participantes, sendo que nove já estão confirmados. O Brasil terá três representantes: o atual campeão Corinthians, Ferroviária (campeã do Brasileiro Feminino 2019) e Avaí/Kindermann, terceiro colocado do Brasileiro Feminino 2019.

As cidades que receberão os jogos ainda não foram divulgadas pela Conmebol e o anuncio deve ser feito em breve.

Confira os times que estão classificados até o momento para a Libertadores Feminina:

Avaí/Kindermann
Corinthians
Ferroviária
Santiago Morning (Chile)
Libertad Limpeño (Paraguai)
Boca Juniors (Argentina)
Sol de América (Paraguai)
Peñarol (Uruguai)
Universitario (Peru)
Argentina 2
Bolívia 1
Equador 1
Venezuela
Chile 2
Colômbia 1
Colômbia 2