Início Esporte

Corinthians e Botafogo empatam pelo Brasileiro Feminino

No fim, Jô livra Timão de derrota em sua "nova casa"

18
Crédito: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Dias após anunciar a venda do naming rights do estádio e vê-lo batizado como Neo Química Arena, o Corinthians recebeu, na noite deste sábado (5), o Botafogo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro e até saiu vencendo, com gol do ídolo Fagner. Entretanto, Bruno Nazário e Salomon Kalou viraram para os visitantes. Já nos acréscimos, Jô mostrou grande posicionamento e fechou o placar em 2 a 2.

Com o resultado, os paulistas ficam na nona colocação, com nove pontos, enquanto os cariocas subiram para o 13º lugar, com oito. O Internacional, com 16, aparece na liderança. Por outro lado, o Goiás, com quatro, segura a lanterna. Além disso, o Grêmio, com sete, passou a ser o clube que abre a zona de rebaixamento.

Os 45 minutos iniciais do confronto não tiveram muitas chances claras. Não à toa, as principais emoções saíram em bolas paradas. Aos nove minutos, Marcelo Benevenuto derrubou Gustavo Mosquito na área após cruzamento de Fagner. O próprio lateral-direito corintiano, aos 11, foi para a cobrança do pênalti e converteu.

A resposta botafoguense veio aos 21. Em cobrança de falta da entrada da área, Bruno Nazário percebeu que Cássio não estava bem posicionado e mandou a bola direto para a meta. O goleiro até tocou nela, mas não o suficiente para impedir o empate. Os visitantes ainda criaram bom momento com Caio Alexandre, que finalizou torto, aos 29; e Honda, aos 46, que levou perigo aproveitando rebote.

O domínio territorial do segundo tempo seguiu sendo dos cariocas. Tanto que, aos três minutos, Matheus Babi acionou Caio Alexandre, que, mesmo posicionado, furou e perdeu uma grande chance. Logo na sequência, aos cinco, Araos fez jogada individual, puxou para dentro e arriscou. A bola saiu com relativo perigo.

O Botafogo deu uma afrouxada no desempenho, e o Corinthians aproveitou para ameaçar em sequência. Aos 18, Jô fez belo pivô em bola espirrada, dominou e girou bem – deu azar, e a bola pegou na trave. Aos 19, Otero arriscou falta de muito longe e assustou – o goleiro Gatito Fernández fez defesa em dois tempos.

Já aos 24, o meia venezuelano cruzou fechadinho e exigiu agilidade do arqueiro paraguaio, que mandou a pelota para escanteio. O jogo continuou movimentado. Aos 29, Rhuan fez boa jogada e acionou Kalou, que gingou bem, passou pela marcação e deu um tapa no cantinho, tirando de Cássio e consolidando a virada visitante.

Imediatamente depois, aos 31, Otero concluiu cruzamento com estilo, mandando para o fundo do barbante. O árbitro Rafael Traci, porém, assinalou infração de Jô sobre Marcelo Benevenuto enquanto a bola viajava para a área.

Aos 38, Gatito Fernández protagonizou milagre em cabeceio de Danilo Avelar. Quando o empate parecia improvável, aos 48, Léo Natel fez ótima jogada com Fagner e cruzou na medida para Jô cutucar para dentro e garantir ao menos um ponto ao Corinthians na ‘estreia’ da Neo Química Arena.

As equipes já voltam a campo no meio de semana, pela nona rodada do Brasileirão. Na quarta-feira (9), o Botafogo visita o Athletico-PR, às 17h30, na Arena da Baixada, em Curitiba . Na quinta-feira (10), o Corinthians fará o Dérbi diante do Palmeiras, às 19h15, na Neo Química Arena, em São Paulo.

Com informações da fpf.org.br