Início Esporte

Governo de SP contraria FPF e autoriza retomada aos treinamentos a partir do dia 1º de julho

Entidade se mostrou surpresa com a decisão e clubes irão se reunir nesta quinta-feira, por videoconferência

36
Crédito: Divulgação

A expectativa dos clubes do Paulistão retomarem as atividades no início da próxima semana foi por água abaixo. O Governo do Estado de São Paulo autorizou, na tarde desta quarta-feira a volta aos treinamentos, porém a partir do dia 1º de julho.

O governador João Dória (PSDB) confirmou que o Centro de Contingência do coronavírus deu aval dos procedimentos que serão adotados pelos clubes durante a pandemia.

“O governo do estado de São Paulo, através do Centro de Contingência, o comitê de saúde, determinou e finalizou hoje pela manhã todos os protocolos para as equipes de futebol profissional, da chamada Série A1 para que possam voltar a treino ar a partir do dia 1º de julho'”, disse Doria, em pronunciamento feito no Palácio dos Bandeirantes.

Porém, a liberação está descartada para municípios que integram a fase vermelha na flexibilização implantada na pandemia.

Na noite de terça-feira, ficou definido a volta aos treinamentos na segunda-feira (22), com previsão de que jogadores e funcionários dos clubes passariam por testes de COVID-19 e dentro de 48 ou 72 horas, seriam liberados ou não para as atividades.

FPF MOSTROU SURPRESA NA DECISÃO

Após o governo confirmar a retomada para o mês de julho, a Federação Paulista de Futebol se mostrou surpresa com a decisão e aguardava apenas um ‘OK’ de João Dória.

A entidade marcou uma nova reunião com os 16 clubes do Paulistão para esta quinta-feira, às 15h, por meio de videoconferência.

Confira a nota:

“A Federação Paulista de Futebol recebeu a informação, a partir da entrevista coletiva concedida pelo Governo do Estado de São Paulo, de que os treinos dos clubes da Série A1 do Campeonato Paulista poderão ser retomados somente a partir do dia 1º de julho.

O anúncio, com o distante reinício das atividades, causou estranheza, já que o Protocolo de Retomada Gradual aos Treinos preza, em primeiro lugar, pela saúde de todos envolvidos. 

Assim, os profissionais do futebol, que dependem de seu condicionamento físico para exercer suas atividades, seguem impedidos de trabalhar, sem que haja uma explicação plausível e científica.

A Federação Paulista de Futebol convocará uma reunião virtual com os 16 clubes para esta quinta-feira, 15h, para tratar do tema.”