Início Esporte

International Board confirma mais mudanças nas regras do futebol

Uma delas é com relação a marcação de penalidade quando for mão na bola; regras começam a valr a partir do dia 1º de junho

31
Crédito: Getty Images

A International Board confirmou que algumas regras do futebol foram alteradas para a temporada 2020/21.

Entre elas, a mais significativa foi com relação ao toque de mão na bola. A entidade entendeu que a infração deve ser marcada a partir de agora quando a bola tocar no braço na região da axila, ou seja, até a manga curta da camisa, não será marcado o toque.

Já o toque involuntário de mão no ataque deve ser marcado falta quando aconteça um gol ou uma “ocasião manifesta de gol” (assistência).

Outra mudança é com relação a penalidades. Agora, o goleiro que se adiante na hora de uma cobrança e a bola for na trave ou pra fora, a cobrança não deve ser repetida. Caso haja punição ao goleiro e a cobrança volte, o árbitro vai apenas adverti-lo. O cartão amarelo será mostrado apenas se ele fizer novamente a ação.

As regras entram em vigor a partir do dia 1º de junho. Os campeonatos que ainda não começaram, como o Brasileirão Masculino, poderá optar se deve introduzir a nova regra ou deixá-la para a próxima temporada. Já os Estaduais, Copa do Brasil e Brasileirão Feminino podem ser concluídos com a regra atual ou adotarem as novas normas.

Outras regras que a International Board incluiu:

– O toque de mão voluntário por parte de um defensor será considerado na hora de determinar um lance de impedimento;

–  Se o árbitro permitir a cobrança de uma falta rapidamente ou der vantagem após uma falta que interfira em um lance claro de ataque, não será mostrado o cartão amarelo;

– Os jogadores que não respeitarem os 4m de distância obrigatória num lance de bola ao chão serão punidos com cartão amarelo;

– Se o goleiro cobrar um tiro de meta ou falta para que um companheiro devolva com o peito ou a cabeça, o lance deve ser repetido. O arqueiro só será punido se isso acontecer repetidamente.