Início Esporte

Morre, aos 62 anos, Marinho, ex-ponta direita de Bangu e Seleção Brasileira

Ex-jogador estava com pancreatite e câncer de próstata, que se agravou nos últimos dias

39
Crédito: Arquivo Pessoa

Morreu, nesta segunda-feira, aos 62 anos, Mário José dos Reis Emiliano, o popular Marinho, ex-ponta direita de Bangu e da Seleção Brasileira nos anos 80.

O ex-jogador estava com pancreatite e câncer de próstata, e estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) na cidade de Belo Horizonte . Mesmo com cirurgias, o câncer acabou alastrando-se em outros órgãos e o seu quadro tinha se agravado nos últimos dias.

Nascido na capital mineira, Marinho iniciou a sua carreira no Atlético-MG, onde permaneceu de 1974 a 78. Passou também por Botafogo-RJ, Entrerriense-RJ, São Cristóvão-RJ e também pelo América-SP. Fora do país, teve uma rápida passagem pelo San José, da Bolívia.

Porém, foi com a camisa do Bangu que Marinho brilhou e esteve em seu auge no futebol entre 1983 e 1987, onde foi vice-campeão Brasileiro de 1985 e foi eleito o melhor jogador da competição

Com grande êxito, esteve presente no ciclo de convocações para a Seleção Brasileira que se preparava para a disputa da Copa de 1986.

Em 1988, teve o momento mais difícil de sua vida, quando o seu filho 1 ano e sete meses se afogou na piscina de sua casa. A partir daí, Marinho viveu uma batalha contra o alcoolismo e foi pendurar as chuteiras em 1996.