Início Esporte

Morre, aos 74 anos, o ex-boxeador Miguel de Oliveira

Lutador foi campeão do Mundial de Boxe em 1975

137
Crédito: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Morreu nesta sexta-feira, aos 74 anos, o ex-boxeador Miguel de Oliveira, em decorrência de um câncer no pâncreas. Ele havia descoberto a doença há cerca de três meses e não resistiu.

Miguel de Oliveira se destacava pela força nos punhos e na inteligência na hora de enfrentar os adversários dentro dos ringues de boxe.

A sua maior conquista e uma das mais importantes para o boxe brasileiro foi a conquista do cinturão na categoria médios-ligeiros, pelo Conselho Mundial de Boxe, em 1975, em Mônaco, ao derrotar o espanhol Jose Manuel Duran Perez, por pontos, em luta que durou 15 assaltos, em decisão unânime. Ele havia tentado o cinturão em 1973 e 74, mas acabou sendo derrotado.

Porém, a sua carreira como pugilista durou até os 28 anos, quando decidiu “pendurar as luvas” por falta de motivação. Decidiu retornar aos 33, mas sem o mesmo entusiasmo.

Ao todo, foram 46 vitórias, sendo 28 por nocaute, cinco derrotas e um empate. Além de pugilista, Miguel foi também treinador do peso pesado Adilson Maguila Rodrigues, entre 1986 e 1988.

Fora dos ringues, o ex-boxeador se formou em Educação Física e foi também maratonista e instrutor de boxe em uma academia de São Paulo por cerca de três décadas.

Com informações do Portal Terra