Início Destaques

Palmeiras bate Corinthians nos pênaltis e volta a ser campeão do Paulistão

Timão consegue empate aos 50 minutos, mas Weverton brilha nos pênaltis e encerra tabu palmeirense dentro da competição

63
Crédito: Divulgação / FPF

O Palmeiras encerrou um tabu de 12 anos e voltou a soltar o grito de campeão paulista e foi com emoção. O clássico diante do Corinthians terminou empatado no tempo normal por 1 a 1, mas o Verdão levou a melhor nas penalidades, onde brilhou a estrela do goleiro Weverton, vencendo por 4 a 3, no Allianz Parque.

Nos 90 minutos, os gols saíram na segunda etapa. Luiz Adriano abriu o placar aos três minutos depois de subir sozinho na grande área e cabecear no canto direito de Cássio: 1 a 0.

Com a vantagem, a equipe da casa recuou e o Timão foi pra cima. Porém o empate saiu apenas aos 50 minutos. Em lançamento na área, Gustavo Gomez acerta carrinho em Jô e o árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou pênalti. Na cobrança, o próprio atacante cobrou e acertou o canto esquerdo de Weverton, que foi na bola, mas não alcançou, deixando tudo igual.

Nos pênaltis, o goleiro alviverde pegou duas cobranças, de Michel e Cantillo, enquanto Bruno Henrique parou em Cássio. Coube ao garoto da base Patrick de Paula cobrar a última penalidade e decretar o título paulista no Allianz Parque.

Com o último Paulistão da década, Corinthians (2013, 2017, 2018 e 2019) e Santos dominaram (2011, 2012, 2015 e 2016) com quatro títulos cada neste período, seguido de Palmeiras (2020) e Ituano (2014), com um cada.