Início Esporte

Ronaldinho Gaúcho e irmão são liberados pela Justiça e podem retornar ao Brasil

Juiz suspende processo e irmãos terão que pagar multa de R$ 1,1 milhão

21
Crédito: Tv Justicia Paraguay/Reprodução

Depois de cinco meses, a saga do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e de seu irmão, o agente Roberto Assis, presos no Paraguai, chegou ao fim. O juiz paraguaio, Gustavo Amarilla, suspendeu o processo dos irmãos, após o Ministério Público do Paraguai concluir as investigações sem achar provas de estarem envolvidos com lavagem de dinheiro e na produção de documentos falsos.

Apesar da liberdade, Ronaldinho terá que pagar multa de mais de R$ 400 mil reais, enquanto Assis de R$ 600 mil, os quais serão descontados da fiança de R$ 8,9 milhões, quando houve a concessão para prisão domiciliar, validada desde abril.

O juiz afirmou que quando o processo for arquivado, os valores da multa serão revertidos para o combate ao coronavírus no país.

Em março, Ronaldinho Gaúcho e Assis foram detidos no aeroporto após apresentarem documentos e passaportes falsos, onde os irmão eram apresentados como cidadãos paraguaios. Outras três pessoas também foram detidas e encaminhadas à prisão.

Com informações do g1.com