Início Ferroviária

Dudu Vieira fala sobre a sua escolha pela Ferroviária: “Me encantou”

Jogador falou pela primeira vez após a confirmação de sua contratação para a disputa da Série D do Brasileiro

52
Em coletiva online, Dudu Vieira (direita) falou sobre em defender a Locomotiva na Série D - Crédito: Reprodução / Facebook Ferroviária

Na tarde desta quarta-feira, a Ferroviária apresentou o volante Dudu Vieira, o nono reforço para a disputa da Série D, através de uma coletiva realizada nas redes sociais do clube.

Em suas primeira palavras, o jogador, que disputou o Paulistão pela equipe do Santo André, rasgou elogios ao clube e espera coroar a temporada com mais uma grande campanha na quarta divisão nacional.

– Foi algo que mexeu muito comigo. Eu tinha outros projetos, traçado planos com minha esposa e do meu filho que vai nascer, e a Ferroviária foi a que mais me encantou. O projeto deles é muito bom e que vai acabar mexendo com muitos jogadores, me trouxe muita segurança e certeza de que vai ser um grande ano para nós – declarou.

Com 26 anos, esta será a sua primeira disputa de Série D e acumula passagens em clubes importantes, como Vitória, Figueirense e São Bento, clubes que disputaram recentemente as Séries A e B do Brasileiro.

– Nós somos movidos pelas nossas escolhas e eu tenho certeza que foi uma boa escolha vindo pra cá. É um campeonato muito difícil de se jogar, até de nível amador, não possuem uma estrutura que os times de Paulistão, de Brasileiro Série A e B têm, mas é uma adversidade que teremos que passar por cima e temos que trabalhar. Creio que montamos um time muito forte. Pelas peças que chegaram, vamos para conseguir o nosso objetivo, que é o acesso e o título – conta.

De acordo com o portal de estatísticas SofaScore, Dudu Vieira foi o quinto com maior precisão de passes no elenco do Ramalhão durante o estadual. O volante, com característica ofensiva, explicou o processo que ajudou a primorar este quesito nos últimos anos.

– Eu procuro aprender muito com os jogadores, com as pessoas que trabalham envolta do clube, e isso acaba sendo um mérito. Abaixar a cabeça com um erro nosso e tenho aprendido muito do ano passado pra cá. Creio que foi um grande campeonato pra mim este do Paulistão, da força que vinha de fora e acabei adquirindo, mas estou ainda em um momento de crescimento. Espero coroar isso no final do ano, assim como aconteceu neste primeiro semestre no Santo André – revelou o jogador.

– Os treinadores têm me ajudado muito e procuro entender o que se tem pedido. Os do ano passado e deste ano, me ajudaram e venho me aprimorando muito. Procura assistir vídeos meus pra ver o que está certo e errado, até pra ter um feedback meu, pra poder ir acertando mais pra frente. O treinador do Santo André me dava muita liberdade e confiança, e as estatísticas estão aí pra mostrar que fizemos uma grande campanha – conta.

Com contrato de empréstimo válido até 30 de abril de 2021, o volante quer apenas focar na Ferroviária para a disputa da Série D e descartou uma volta ao Ramalhão para cumprir os dois jogos restantes da primeira fase do Paulistão.

– Quando apareceu a Ferroviária, eu não pensei duas vezes e queria acertar logo. A gente queria conhecer os trabalhos, as pessoas, conhecer o clube. Claro que por conta da pandemia não estamos podendo ir ao estádio, mas eu estou com a cabeça aqui na Ferroviária. Meu planejamento está aqui. Eu agradeço muito o Santo André pela visibilidade que deu e desejo boa sorte a eles – explicou.

Na Série D, a Ferroviária está no Grupo 7, juntamente com Portuguesa-RJ, Bangu-RJ, Cabofriense-RJ, Nacional-PR, Toledo-PR, Cascavel-PR e Mirassol. O primeiro confronto será diante do Nacional, fora de casa.