Início Destaques

Em busca da “primeira vitória”, Ferroviária recebe o Vitória pelo Brasileiro Feminino

Sem vencer há quatro jogos, Guerreiras Grenás encaram as Leoas, que ainda não venceram na competição

12
Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

Tentando tomar um rumo, a Ferroviária vai novamente em busca da vitória, neste domingo, às 17h, quando recebe a equipe do Vitória, na Fonte Luminosa, pela nona rodada do Brasileirão Feminino.

Sem vencer há quatro jogos, as Guerreiras Grenás vem de um empate diante do Flamengo/Marinha na última quarta-feira e agora enfrentam as Leoas, que ainda não conseguiram vencer dentro da competição.

A média de idade do time baiano é de 20 anos e conta com boa parte do elenco Sub-17 à disposição do treinador Lucas Grillo na disputa.

Vivendo um momento mais turbulento por conta do investimento feito, as Guerreiras buscam a retomada. O empate contra as cariocas na última quarta-feira pode ter sido um gás que faltava para a volta das vitórias, de acordo com a treinadora Tatiele Silveira.

“Foi um empate muito importante pelo momento que vivemos, principalmente no nível de desempenho da equipe. Pontuar é sempre importante, ainda mais em jogo fora de casa diante de uma grande equipe. Queremos que seja o momento de retomar o retrospecto positivo e é o que buscamos para esta partida de domingo, onde queremos dar continuidade nesta trajetória e conseguir a vitória neste momento na competição”, declarou.

Na edição passada do Brasileiro, a Locomotiva conseguiu engatar uma sequência de vitórias justamente depois da metade da competição e carimbou a vaga às quartas de final. Apesar disso, Taitele falou sobre o equilíbrio que tem sido o campeonato deste ano.

“A temporada 2020 está nos mostrando o quanto é desafiadora, com nível técnico muito alto e nós sabemos o quanto temos de condições de figurar entre estas grandes equipes. Estamos brigando para isso, pra voltar a figurar e brigar, e o nosso momento agora é de conseguir a classificação”, completou.

Já atacante Ludmila comemorou a sequência de quatro jogos seguidos na equipe titular. A jogadora estava afastada dos gramados desde uma lesão diante do Juventus pelo Campeonato Paulista, onde acabou fraturando a tíbia, no ano passado.

Apesar da concorrência no setor ofensivo, Lud destacou a briga sadia pela posição, onde tem desbancado até mesmo Chu, que foi convocada para a seleção brasileira.

“É uma concorrência super saudável, onde todas trabalham e respeitam uma a outra. Temos um carinho grande pra quem quer que esteja jogando ou quem não começa a partida. Venho disputando a posição com a Chu, que tem sido lembrada pela Pia. Mas aqui, a Tati escolhe qual o grupo é o melhor para iniciar e não só a mim ou a Chu, mas pra estar dentro de campo ajudando e fazendo a função que ela pede. Venho de quatro jogos consecutivos, mas sei que preciso melhorar. Tô buscando isso. Vejo os pós-jogos para ver o que precisa melhorar e ajudar o time a sair dessa fase ruim que estamos vivendo”, revelou.

Ludmila mantém sequência na equipe titular de Tatiele Silveira – Crédito: TIago Pavini / Ferroviária S/A

A atacante pensa apenas no triunfo para afastar o mau momento, mas prega respeito a equipe rubro-negra.

“É um jogo super importante. Precisamos buscar a vitória, mas vamos respeitar a equipe adversária. Vamos jogar na nossa casa e precisamos dos três pontos”, declarou.

Para este confronto, a zagueira Géssica desfalcará a equipe por cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Andreia Rosa deve ganhar vaga no setor.

Durante a coletiva, Tatiele Silveira confirmou que a volante Maglia testou positivo para covid-19, mas já está recuperada, porém aprimora a parte física e deve retornar apenas na próxima rodada, contra o Cruzeiro.

A provável Ferroviária deverá ir a campo com Luciana; Monalisa, Andreia Rosa, Luana e Barrinha; Daiane, Rafa Andrade, Rafa Mineira e Aline Milene; Ludmila e Sochor.