Início Ferroviária

Ferroviária aguarda definição de João Carlos junto ao Volta Redonda

Apalavrado com a Locomotiva, jogador entrou na justiça contra o clube carioca alegando falta de recolhimento de seu FGTS e obteve a rescisão de contrato

83
Crédito: André Moreira / Volta Redonda FC

A Ferroviária pode ter novidades nos próximos dias em relação ao atacante João Carlos, o qual trava na justiça a rescisão de contrato junto ao Volta Redonda.

Depois de ter encerrado o empréstimo ao São Bernardo FC, o jogador de 34 anos recebeu proposta da Locomotiva para defender a equipe na disputa do Brasileiro da Série D, contudo, o Voltaço aguardava o seu retorno para a disputa da Série C.

Para surpresa do clube carioca, João Carlos entrou na Justiça e teve seu pedido acolhido pela desembargadora Carina Rodrigues Bicalho, do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), por conta de atrasos de 14 meses do recolhimento de seu FGTS e conseguiu uma liminar.

A decisão fez com que ele rescindisse contrato com o clube, o qual possuía vínculo até novembro de 2022, podendo assinar contrato com qualquer outra agremiação.

Rescisão de João Carlos junto ao Volta Redonda foi publicada no dia 2 de julho no BID da CBF – Crédito: Reprodução

Com isso, o Volta Redonda entrou com recurso junto ao TST (Tribunal Superior do Trabalho), em Brasília, alegando “que a relação de trabalho era praticada de forma totalmente regular, legal e válida, inexistindo qualquer motivo que justificasse a rescisão antecipada do contrato de trabalho por prazo determinado”. Porém, o pedido não foi aceito pelo Ministro, Aloysio Silva Corrêa da Veiga, no último dia 13, alegando falta de documentação.

Ouvida pela reportagem do Portal RCIA Araraquara, a assessoria do Volta Redonda informou que um julgamento deve acontecer nesta quarta-feira para que as partes possam chegar a um acordo, sem dar maiores detalhes.

A Ferroviária aguarda um desfecho positivo da situação para que possa firmar vínculo com João Carlos para a disputa da Série D.

Natural de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, João Carlos de Castro Ferreira passou por diversos clubes, como Arraial do Cabo, Duque de Caxias, Resende, América-RJ, Macaé e Madureira.

Com as camisas de Cuiabá, Volta Redonda e Mirassol, nas quais disputou o Brasileiro da Série D, conquistou acessos. Este ano, defendeu o São Bernardo FC na disputa do Paulista da Série A2 e conseguiu o acesso para o Paulistão de 2022.

No Voltaço, disputou 63 jogos e marcou 30 gols.