Início Ferroviária

Ferroviária encara Corinthians na volta do Brasileirão Feminino

Invicta na competição, Guerreiras Grenás voltam a encontrar Timão, reeditando a final da competição do ano passado

26
Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

Depois de cinco meses de espera por conta da pandemia do coronavírus, a bola voltará a rolar pelo Brasileirão Feminino. Em partida válida pela quinta rodada, a Ferroviária fará clássico diante do Corinthians, nesta quarta-feira, às 19h30, no Parque São Jorge, em São Paulo. Este será o reencontro das equipes que fizeram a decisão da competição do ano passado, quando a Locomotiva levou a melhor.

Durante a pausa do futebol, as Guerreiras Grenás mantiveram o elenco que iniciou o campeonato. Na volta aos treinamentos, duas jogadoras testaram positivo para Covid-19, cumpriram quarentena e já estão à disposição da treinadora Tatiele Silveira para o duelo. Os nomes não foram revelados

Além disso, a equipe ganhou o reforço da lateral-direita Daiane, que estava no Benfica-POR e também vira opção.

Na competição, as Guerreiras lideram com 12 pontos conquistados em quatro jogos, tendo o melhor ataque da competição, com 17 gols marcados, e apenas três sofridos.

Apesar do retrospecto favorável, Tatiele crê que a sequência de jogos poderá dar o mesmo desempenho que a equipe obteve no início da temporada.

“Eu penso que estes primeiros jogos, não só nesta primeira rodada contra o Corinthians, mas ter uma sequência, vai ser importante para esta evolução e estaremos prontas daqui três, quatro rodadas, pois o nível da forma física estará mais elevado e isso vai contemplar o que penso como futebol e o que vimos na estreia da temporada, onde tivemos uma sequência bacana de vitórias. É o que nós queremos, continuar essa sequência positiva”, contou a treinadora.

Treinadora Tatiele Silveira mostrou preocupação com a parte física nesta retomada do futebol – Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

Em sua volta, Daiane mostrou-se motivada nos desafios da temporada e vive a expectativa da reestreia com a camisa grená, onde foi capitã nas principais conquistas do clube: Paulista 2013, Brasileiro e Copa do Brasil de 2014, e Libertadores 2015.

“Eu acredito que foi uma experiência muito válida [em Portugal] e amadureci muito na Europa. Lá tem uma outra visão de como é o futebol, mas eu retorno pra cá e retorno muito motivada. Acredito que vou somar da melhor maneira possível e venho em busca de títulos. É isso que eu quero e venho para continuar escrevendo história, e tenho poucos anos para isso. Aqui eu me sinto em casa e não tem como você ficar feliz, motivada, e era isso eu que queria para o restinho da minha carreira dentro do futebol. Espero ajudar a equipe da melhor maneira possível”, contou a jogadora de 34 anos.

A lateral também sobre o jogo desta quarta-feira, contra o Timão. Para ela, o duelo será difícil e o obstáculo de cinco meses parado do futebol é algo que pode atrapalhar o desempenho da equipe.

“Vai ser um jogo muito difícil, mas a gente está bem concentrada para chegar lá [em São Paulo] e fazer o melhor. São cinco meses sem um jogo oficial, mas temos que fazer o nosso melhor para continuar com essa liderança do campeonato. A Ferroviária tem que sempre pensar em vencer jogos. É o que a gente quer e as meninas estão muito motivadas para isso, não só no Brasileiro, mas no Paulista e Libertadores. Vai ser um recomeço agora e vamos fazer da melhor forma possível”, declarou.

As Guerreiras Grenás deverão ir a campo com Luciana; Daiane, Géssica, Luana e Barrinha; Maglia, Rafa Andrade e Sâmia; Aline Milene, Paty Sochor e Chú.