Início Destaques

Ferroviária perde para o Palmeiras no primeiro jogo das quartas do Brasileirão Feminino

Gol no fim traz sobrevida para as Guerreiras Grenás, mas precisam reverter a vantagem para ficar com a vaga

51
Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

A Ferroviária saiu atrás em sua primeira decisão dentro do Brasileiro Feminino. Jogando na noite desta quarta-feira, a equipe foi superada pelo Palmeiras por 2 a 1, no Allianz Parque, pelo jogo de ida das quartas de final.

As Palestrinas chegaram abri 2 a 0 com Thaís e Camilinha, esta marcando um golaço. Já na parte final de jogo, Patrícia Sochor conseguiu descontar e deixa a decisão em aberto.

No próximo confronto, o time da capital joga pelo empate, enquanto o time araraquarense precisa vencer por dois gols de diferença ou por um gol para levar à decisão por pênaltis.

As equipes voltam a se encontrar, pelo jogo de volta, já neste domingo, às 19h30, na Fonte Luminosa.

O JOGO

Logo aos cinco minutos, o Palmeiras abriu o placar. Em cobrança de escanteio, Bianca levanta bola na segunda trave, a zaga afeana não acompanha e Thaís aparece livre para cabecear, sem chances de defesa de Luciana: 1 a 0.

Depois do gol, as Guerreiras começaram a sair mais para o ataque, porém começaram a chegar com perigo a partir dos 21 minutos. Rafa Mineira cruza na área, Vivi afasta o perigo, mas a sobra fica com Sochor, que finaliza por cobertura, mas a bola bate por cima da rede.

No minuto seguinte, Rafa Mineira aproveita espaço deixado na entrada da área e finaliza. A bola passa com perigo sobre o gol de Vivi e se perde pela linha de fundo.

Sem perder tempo, a Locomotiva chegou novamente no ataque aos 23 minutos. Em boa troca de passes na entrada da área, Aline Milene toca para Patrícia Sochor, que domina, faz o giro e chuta. A bola passa na direita do gol de Vivi, que apenas acompanhou o lance.

A pressão grená persistiu até o final do primeiro tempo, porém a equipe pecou muito no passe final, não levando perigo até a meta da goleira Vivi.

O início da segunda etapa foi quase o mesmo da primeira, porém com a Locomotiva partindo mais para o ataque e deixando espaços na defesa, tanto que as Palestrinas se aproveitaram e conseguiram ampliar.

Aos 11 minutos, em contra-ataque, a goleira Vivi repôs a bola em jogo com as mãos para Camilinha, que partiu do campo de defesa até a intermediária e mandou um chute forte, no ângulo, sem chances de defesa para Luciana. Golaço: 2 a 0.

Com a situação se complicando, as Guerreiras foram mais uma vez para o ataque e levaram perigo a defesa palmeirense. Aos 21 minutos, Rafa Mineira recebe na área e cruza rasteiro. A bola passa pela pequena área, Rafa Andrade não alcança e sai pela linha de fundo.

Aos 27, Daiane recebe na entrada da área e chuta. A bola passa triscando a trave e vai para fora do gol. Vivi pulou, mas não alcançaria a bola.

De tanto insistir, a Locomotiva conseguiu diminuir a diferença. Aos 35 minutos, em pressão na saída de bola palmeirense, Sochor desarma Augustina dentro da área, domina e chuta na saída de Vivi, dando sobrevida para a equipe: 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2×1 FERROVIÁRIA
Data/horário: quarta-feira, 28 de outubro de 2020, às 19h30
Local: Allianz Parque, em São Paulo/SP
Arbitragem: José Cláudio Rocha Filho, auxiliado por Leandra Aires Cossete e Liliane Aparecida Galindo
Cartões amarelos: Camilinha e Vitória (Palmeiras)
Gols: Thaís (aos 5′ do 1T) e Camilinha (aos 11′ do 2T) para o Palmeiras; Sochor (aos 35′ do 2T) para a Ferroviária

Palmeiras – Vivi; Isabella, Augustina, Thaís e Vitória (Angelina); Nicoly, Maressa, Carla Nunes (Stella) e Camilinha; Bianca (Janaina) e Lurdinha (Ottilia). Técnico: Ricardo Belli

Ferroviária – Luciana; Carol Tavares, Luana, Géssica e Barrinha; Daiane (Monalisa), Rafa Andrade (Ludmila) e Rafa Mineira; Aline Milene, Patrícia Sochor e Chu. Técnica: Tatiele Silveira