Início Ferroviária

Goleiros da Série B entram no radar da Ferroviária para o Paulistão

Com a eminente saída de Tadeu para o Goiás, clube segue a procura de goleiros para a disputa do Paulistão

131
Ferroviária tem interesse em Marcelo Carné, do Juventude - Crédito: Divulgação / Juventude

Ainda sem confirmar contratações, a Ferroviária segue de olho no mercado da bola para se reforçar para a disputa do Paulistão e restante da temporada de 2020, como a disputa da Série D do Brasileiro.

O clube tem intensificado a procura de atletas que disputaram a Série B. Nomes como do volante Vinícius Kiss e do atacante Henan, estão acertados e devem ser anunciados a qualquer momento como reforços. Porém, um setor que tem sido bastante elogiado nos últimos anos está carente de jogadores, o de goleiro.

Após a saída por empréstimo de Tadeu ao Goiás, o clube conta, atualmente, com Gabriel Leite e José Guilherme. O primeiro não deverá ser aproveitado, tanto que não esteve presente na reapresentação na última segunda-feira.

José Guilherme, de 23 anos e visto como grande potencial para o futuro, deve ficar como segunda ou terceira opção para o estadual.

A bola da vez é o goleiro Marcelo Carné, que está no Juventude e foi um dos destaques da equipe no acesso para Série B 2020. Assim como foi noticiado pela imprensa sulista, o jogador tem contrato com o clube de Caxias até o fim de 2020.

De acordo com apuração da RCIARARAQUARA, a Locomotiva demonstrou interesse, mas não apresentou uma proposta oficial. A multa alta seria um empecilho para que um possível negócio aconteça. Outros clubes que disputarão o Paulistão estariam também de olho na contratação do goleiro.

Além disso, Marcelo Carné, de 29 anos, tem gratidão pelo clube gaúcho por ter dado oportunidade de demonstrar o seu futebol e o carinho da torcida do Juve.

Procurado pela reportagem, o diretor-geral do Juventude, Osvaldo Pioner, não respondeu a reportagem até o fechamento desta matéria.

Outro nome que teria surgido na lista de possíveis reforços é do goleiro Luiz, atualmente no Criciúma. Porém, a reportagem entrou em contato com o goleiro e o mesmo declarou que não foi procurado pelo clube.

Com contrato até o fim de 2020, mas por ter um salário considerado alto e o Tigre ter sido rebaixado para a Série C, a tendência é que o jogador de 36 anos não fique em Santa Catarina.

O nome do goleiro Rodrigo Viana, com passagens recentes por São Bento, Botafogo-SP e Operário-PR, também chegou a ser pautado pelo clube araraquarense, mas foi descartado.

A Ferroviária tem estreia prevista, no Paulistão, para o dia 22 de janeiro, contra o Mirassol, na Fonte Luminosa.