Início Ferroviária

Marcelo Vilar não é mais treinador da Ferroviária

Mesmo antes da estreia, Saul Klein decide por demitir o novo treinador da Locomotiva para o Paulistão; RCIARARAQUARA conversou com Marcelo Vilar sobre a demissão

207
Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

Faltando exatamente uma semana para o início do Paulistão, a Ferroviária decidiu por demitir Marcelo Vilar do comando do clube.

A informação surpreendente surgiu na noite desta quinta-feira e o próprio treinador confirmou a reportagem da RCIARARAQUARA sobre a sua saída.

“Me informaram hoje que eu não continuarei mais no cargo. Falaram que foi por determinação do investidor [Saul Klein]”, declarou o treinador.

Uma informação surgiu de que uma “panela” teria se formado entre os jogadores, o que poderia ter culminado na queda do treinador, porém Vilar tratou de desmentir.

“Estava trabalhando no sentido de unir o grupo e estava indo bem. O ambiente está bom”, complementou.

Agora, o clube trabalha contra o tempo para contar com um treinador para o estadual.

A diretoria do clube trabalha com três nomes neste momento. Um deles seria de Sérgio Soares. Milton Mendes, treinador do acesso em 2015, não foi procurado até o momento.

Outro nome que surgiu, mas para a diretoria seria o de Paulo Pelaipe, ex-diretor de futebol do Flamengo. A reportagem entrou em contato com o dirigente, mas não obteve o retorno até o fechamento desta matéria.

Marcelo Vilar foi anunciado como novo treinador logo na chegada de Saul Klein, novo acionista do clube, em dezembro do ano passado, ocupando lugar de Vinícius Munhoz, que agora está a frente do Red Bull Bragantino, pelo menos para a estreia do estadual.

A Locomotiva estreia no Paulistão na próxima quinta-feira, às 16h30, contra o Mirassol, na Fonte Luminosa.