Início Ferroviária

Meia da Ferroviária fala de apoio de familiares e de inspiração até em Pirlo nas cobranças de falta

Novo reforço para a Série D falou também de sua experiência no futebol sul-mato-grossense

26
Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

Na tarde desta terça-feira, a Ferroviária oficializou a chegada do meia Salomão para a disputa da Série D do Brasileiro.

Através de uma live feita pelo Facebook do clube, o jogador de 27 anos estava na equipe do Águia Negra-MS, que foi goleada pela Locomotiva por 6 a 2, na Fonte Luminosa, pela segunda fase da Copa do Brasil. Mesmo com a eliminação, acabou chamando atenção pela qualidade nas bolas paradas.

“Fiquei muito feliz pela iniciativa da Ferroviária em querer contar comigo. Eu vejo como uma grande oportunidade dentro da minha carreira profissional”, declarou.

O meia declarou ter se inspirado em grandes cobradores de falta para que tivesse grande êxito neste fundamento.

“Tem o Alex, Juninho Pernambucano, Marcelinho Carioca e Pirlo. Esses caras eram sensacionais batendo falta”, falou na entrevista.

Sobre a sua caminhada no mundo da bola, Salomão passará pela segunda vez no cenário paulista. Ano passando, defendeu as cores do Oeste na Série B do Brasileiro. Ele falou das dificuldades de sua passagem pelo futebol sul-mato-grossense.

“Eu vejo lá um cenário de pouca visibilidade. Só quando tem um título ou vai disputar a Copa do Brasil, aí a visibilidade acaba sendo maior. Este é o meu segundo ano consecutivo e ir pra um time de maior expressão. Eu espero que os outros atletas que estão lá também possam almejar coisas grandes e torço muito para que o estado cresça”, contou o meia.

Para chegar até a Ferrinha, Salomão contou também com a ajuda de seus familiares, principalmente de seu pai e avô, que foram cruciais para que se torna-se um jogador de futebol em Volta Redonda, cidade natal.

“Meu avô me levava muito para o campo. Ele tinha um time amador lá no meu bairro na Vila Americana, sempre estive ali presente e via também o meu pai jogar desde criança. Dali saiu toda a minha inspiração”, lembrou.

Na Série D, a Ferroviária está no Grupo 7, juntamente com Portuguesa-RJ, Bangu-RJ, Cabofriense-RJ, Nacional-PR, Toledo-PR, Cascavel-PR e Mirassol. O primeiro confronto será diante do Nacional, fora de casa.