Início Destaques

Morre, aos 59 anos, Ruy Scarpino, ex-goleiro da Ferroviária, em decorrência da covid-19

Além de goleiro, Scarpino era treinador e comandou diversas equipes do interior paulista e também do Brasil

1110
Crédito: Divulgação

Morreu, na manhã desta quarta-feira, aos 59 anos, Ruy Scarpino, ex-goleiro da Ferroviária no início dos anos 90, em decorrência da covid-19.

De acordo com o Futebol Interior, ele se preparava para deixar a cidade de Manaus, pois havia sido demitido do comando técnico do Amazonas FC, mas acabou pegando a doença e foi internado as pressas. Seu quadro piorou nos últimos dias, ficando com 80% dos pulmões comprometidos e precisou ser entubado no início desta semana, mas não resistiu.

Natural de Vitória-ES, Ruy Scarpino foi goleiro e atuou em diversos clubes brasileiros, entre eles na Ferroviária, entre 1991 e 1993. No ano de 93, fez parte da campanha que levou a equipe até a segunda fase do Campeonato Paulista, participando do memorável jogo do Palmeiras, quando a Locomotiva foi derrotada por 1 a 0, na Fonte Luminosa, gol marcado por Edmundo, quebrando o recorde de público do antigo estádio.

Em 20 anos como arqueiro, passou também pelas equipes do Rio Branco-SP, Moto Club-MA e Santa Cruz-PE. Como treinador, comandou o próprio Moto Club e outras agremiações, como Ituano, Taquaritinga, Goiânia, Santo André-SP, Rio Branco-SP, Grêmio Barueri-SP, Marília e Campinense-PB.

Ferroviária de 1992 – Em pé: Luiz Bustamante (preparador físico) – Ruy Scarpino, Ronaldo Marconato, Paulinho Oliveira, Fábio Henrique, Luciano Lamoglia, Alcinei e Mineiro (preparador goleiros). Agachados – Waltinho, Silmar, Wanderlei, João Batista e Daniel
Ferroviária de 1993 – Em pé: Fábio Henrique, Mauro, João Batista, Fonseca, Luciano Lamoglia e Ruy Scarpino. Agachados: Alcinei, Edelvan, Paulo Américo, César e Romildo.