Início Destaques

Paulo Roberto Santos não é mais treinador da Ferroviária

Desempenho e vexame na Série D culminaram com a saída do experiente treinador da Locomotiva

121
Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

Após a eliminação precoce no Brasileiro da Série D, a Ferroviária confirmou a saída do treinador Paulo Roberto Santos do comando técnico da equipe.

O clima gerado com o fraco desempenho dentro da competição, mais a vexatória apresentação no último domingo, foram determinantes para a sua continuidade dentro do clube.

Além dele, o seu auxiliar-técnico, Alan Dotti, também deixou a comissão técnica grená.

Paulo Roberto Santos chegou ao comando grená para suprir a saída de Dado Cavalcanti, demitido na terceira rodada da Série D. Leonardo Mendes comandou a equipe, interinamente, até a sexta rodada, passando o bastão para o experiente técnico.

Sob o comando de Paulo Roberto, foram 10 jogos, obtendo seis vitórias, dois empates e duas derrotas, com aproveitamento de 66,6%.

Esta é a sexta troca de técnico feita pela Ferroviária em quase um ano. Desde a saída de Vinícius Munhoz, comandaram a equipe Marcelo Vilar, Sérgio Soares, Dado Cavalcanti e Paulo Roberto Santos.

Agora, a diretoria trabalha para anunciar um novo treinador para a disputa do Paulistão 2021, que tem início previsto para o dia 28 de fevereiro.

Confira a nota divulgada pelo clube na manhã desta sexta-feira:

A Ferroviária Futebol S/A comunica que Paulo Roberto Santos, em comum acordo, não terá o seu vínculo renovado pela instituição para a próxima temporada.

O Clube e o treinador tinham um compromisso durante a participação da equipe principal no Campeonato Brasileiro 2020 – Série D e, após reunião entre as partes, decidiram pela não continuidade do trabalho. Alan Dotti, seu auxiliar, também deixa a Comissão Técnica da equipe.

A Ferroviária deseja-lhes sucesso em projetos futuros.