Início Geral

Motoboys e Bikeboys param de novo nesta terça (14)

SindimotoSP, filiado à UGT, convida todas as centrais para o ato, às 16h, no TRT

35
Na próxima terça-feira, 14 de julho, motoboys que trabalham para aplicativos de entrega, autônomos e celetistas de todo o Brasil farão, pela segunda vez no mês, uma paralisação nacional em protesto à precarização de seus direitos trabalhistas. A primeira ocorreu em 1 de julho.
A audiência de conciliação será entre a UGT, o SindimotoSP e as empresas de aplicativos, com a intermediação do Tribunal Regional do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho.

Entre os pontos discutidos estarão: aumento do valor de entrega; aumento do valor pago por quilômetro; redução da jornada; contratação de seguro de vida; equipamentos de proteção, máscaras e álcool em gel; fim dos bloqueios e desligamentos indevidos; e licença remunerada para os contaminados pela Covid19.

A União Geral dos Trabalhadores (UGT), que representa a categoria dos motociclistas em diversos estados do País, apoia a luta desses trabalhadores e faz parte das negociações em São Paulo.

Na capital paulista, a concentração dos trabalhadores começará às 9h, em frente ao Sindimoto, à Rua Doutor Eurico Rangel, 58 – Brooklin. De lá, serão definidos os roteiros até o TRT, à Rua da Consolação, 1272.