Home Polícia

Dinheiro roubado na igreja era doação de comunidade suíça

Informação sobre o roubo foi passada pela própria assessoria da igreja; valor doado seria aplicado em obras sociais no bairro

76
Crime aconteceu ao lado da igreja Santa Madre Cabrine (Google Maps / SCA)

As obras sociais realizadas pela Igreja Santa Madre Cabrini, localizada no Jardim Cruzeiro do Sul, em São Carlos, bem como as reformas do templo, deverão dar uma ‘freada’ no início deste ano, após o roubo ocorrido domingo (3), quando foram levados o equivalente a R$ 30 mil (em cédulas de Euro), além de um cheque preenchido no valor de R$ 20 mil, documentos, joias e relógio que estavam em um cofre. Dois bandidos levaram ainda dois veículos pertencentes a paróquia.

Nesta segunda-feira (4), a Diocese de São Carlos explicou o motivo de uma quantia em dinheiro considerada alta estar na paróquia; disse que o dinheiro era proveniente de uma comunidade suíça. Foi uma doação para que obras sociais fossem realizada para a comunidade daquela região, já que muitas famílias vivem em situação de vulnerabilidade social.

A assessoria de imprensa da Diocese emitiu uma nota, reproduzida abaixo em sua íntegra:

“O dinheiro (furtado da paróquia) era proveniente de uma comunidade da Suíça que visitou a Paróquia Santa Madre Cabrini e se sensibilizou com as necessidades da Paróquia.

A doação tinha como destino pagar as obras de reforma no prédio que abriga o projeto social “Amigos de Santa Madre Cabrini”, bem como as obras na paróquia; obras estas que já estão em andamento devido os estragos causados pela última chuva.

Embora o susto, os envolvidos passam bem e trabalham para a recuperação do valor perdido, no intuito de darem continuidade nos trabalhos. Porém, a Diocese de São Carlos sempre recomenda às paróquias para que não deixem nenhuma quantia em dinheiro no imóvel”. (Colaboração: SCA)