Início Polícia

Ladrões trocam tiros com policiais militares em rodovia da região

Cinco indivíduos armados mantiveram dono de empresa de pneus como refém durante assalto

43
Os bandidos trocaram tiros com os policiais militares

Policiais militares trocaram tiros com assaltantes na madrugada dessa quinta-feira (23), na Rodovia Engenheiro Thyrso Micali, em Taquaritinga. Eles faziam parte de uma quadrilha formada por cinco indivíduos que tinham acabado de praticar um assalto em uma empresa de pneus localizada às margens da Rodovia SP-333, na zona rural da cidade.

Segundo o apurado, por volta de 2h40, uma equipe PM fazia patrulhamento pela região, quando notou dois veículos suspeitos saindo de uma empresa de pneus. Os policiais pediram apoio de outras viaturas, e passaram a acompanhar os veículos até que eles se separaram ao entrarem na rodovia.

Os policiais então continuaram seguindo um dos veículos que seguiu no sentido de Itápolis e solicitou a sua parada, que não foi respeitada. Logo à frente, o passageiro teria aberto a porta traseira do carro em movimento e, em seguida, efetuado um disparo de arma de fogo contra a viatura. Um dos policiais revidou a injusta agressão com dois tiros.

Depois de sair da rodovia e entrar em um acesso de terra, os meliantes pararam o veículo e os três ocupantes saíram correndo por um pomar de manga. O meliante ainda efetuou outros tiros contra os policiais que revidaram, mas ninguém foi atingido.

Com o apoio de outras viaturas, foi feita uma varredura na região, mas o trio conseguiu fugir. Dentro do carro abandonado pelos meliantes havia uma grande quantidade de cobre, além de uma caixa de ferramentas, vários documentos, R$ 131,00 em dinheiro, uma máscara, entre outros objetos.

A polícia se deslocou até a empresa de pneus, onde o proprietário, de 65 anos, relatou que tinha sido rendido e amarrado por pelo menos cinco ladrões, sendo três deles armados, que o ameaçaram de morte. Em seguida, ele conseguiu se desamarrar e pedir socorro. Ninguém foi preso.

O caso foi registrado na Delegacia de Taquaritinga e está sendo investigado pela Polícia Civil.