Início Polícia

Pizzaiolo que matou ex-namorada “pega” 34 anos de prisão

Crime aconteceu em novembro de 2019. Criminoso que já estava preso na penitenciária local vai permanecer na unidade. Defesa garante que recorreu.

104
Dagner condenado por assassinar Danielly

Dagner Ribas dos Santos Silva, pizzaiolo que matou a ex-namorada Danielly Teles Baffa no final do ano passado foi condenado nesta terça-feira (29) em júri popular ao cumprimento de uma pena de 34 anos de prisão em regime fechado. Ele matou a ex-namorada a facadas na Praça do São Geraldo em Araraquara. Na verdade, o crime ocorreu mais precisamente em novembro de 2019.

No julgamento houve o reconhecimento do feminicidio e assim Dagner foi condenado pelo homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Seus advogados Antonio Fernando Massud e Marilu Müller Napoli comentam que já recorreram ao Tribunal de Justiça de São Paulo, buscando o reexame do caso.

O CRIME DA PRAÇA

Naquele novembro, decepcionado e inconformado com o fim do namoro, Dagner viu a ex-namorada que trabalhava como garçonete no banco da praça de São Geraldo tomando sorvete com um amigo.

Ele havia chegado de moto; imediatamente foi para cima da ex em quem desferiu várias facadas. Danielly Teles Baffa, de 25 anos, morreu no local.