Cavaleiro continua cavalgando no centro de Araraquara seguido por seus cães

Equipes de resgate de cães e animais de grande porte foram enviados pela Coordenadoria do Bem Estar Animal até a residência de Léo, para resgatar os animais, devido a negligência do tutor quando alcoolizado

718

Novamente o cavaleiro, volta à cena no centro de Araraquara. Alcoolizado montado em seu cavalo e seguido por seus três cachorros.

Quem o conhece diz que, mora em um barraco no bairro dos Machados e é alcoolista. Quase que diariamente é visto pelo centro da cidade montado em seu cavalo e seguido por seus cachorros, mesmo em dias quentes ou chuvosos.

A proteção animal tenta de todas as formas fazer com ele pare de andar pela cidade arrastando seus cachorros durante todo o dia. Ele também já foi visto muitas vezes tarde da noite cavalgando pelas ruas.

Durante o dia, protetoras que estão nas ruas, oferecem água e ração aos animais, eles já se acostumaram a parar para tomar água e comer na Praça da Matriz, onde há quem os alimente.

O que choca tanto a proteção como a população em geral, é que nada vem sendo feito pelo homem, que claramente necessita de tratamento. Os animais, podem ser atropelados pois vagam pelas ruas ziguezagueando entre os carros e algumas vezes se arrastam por estarem cansados e com as patas queimadas do asfalto quente.

Quem os vê mais de perto, diz que são bem tratados, mas acompanhar um tutor alcoolizado pela cidade, não deve ser tarefa fácil aos cães.

Em fevereiro deste ano, foi encontrado deitado na esquina da prefeitura. Foto: Renata Correa – Facebook

Em fevereiro de 2020, foi fotografado deitado na esquina da prefeitura, enquanto seus cães e cavalo aguardavam que ele se recuperasse da bebedeira.

Algumas pessoas disseram em rede social que este senhor filmado em frente a Câmara Municipal, não se tratava do mesmo conhecido pela causa animal e que poderia ser outro Cowboy seguindo a mesma trilha, mas o fiscal da Zoonoses afirma ser o mesmo que estão monitorando.

O que diz a Coordenadoria do Bem Estar Animal

De acordo com a gestora de projetos da Coordenadoria Executiva de Bem Estar Animal Gabriela Palombo, ele vêm recebendo visitas da fiscalização em sua casa, por apresentar problemas, mas seus animais estão fortes e saudáveis. “Contudo quando alcoolizado, ele tem posturas negligentes e que estão aumentando, já teve histórico recente de um cão dele idoso que foi abandonado porque não conseguiu acompanhar. Ao mesmo tempo vivemos um momento de grande número de abandono, temos muitos animais tanto no Pinheirinho como no Canil Siciliano que é parceiro da prefeitura, então tudo que podemos fazer no sentido de orientar, mesmo em situações como esta, onde o tutor demonstra uma boa relação com os animais e situações de risco e negligência pontuais, nós procuramos orientar na expectativa de que haja uma melhora, uma vez que para a qualidade de vida dos cães é melhor ficar com seu tutor, especialmente quando eles são bem tratados, do que ficar confinado no abrigo.

Contudo Gabriela afirma que a situação deste senhor já chegou ao limite, pois a negligência vem aumentando a olhos vistos. “Esse vídeo é uma prova de uma infração gravíssima e está prevista no artigo 23 da lei 827 de 2012, que trata de situações que demandam recolhimento. Nós pedimos o recolhimento para a equipe de resgate de cães e animais de grande porte que já está a caminho da casa dele, além de multa por expor os animais a risco, uma equipe policial foi acompanhando os fiscais para proteger a integridade física dos fiscais” – finalizou Gabriela.

Atualizando: Segundo Gabriela, ele não foi encontrado em sua casa. Fiscal também percorreu lugares onde ele costuma ser visto. Equipes de resgate e GCM estão de sobreaviso. O recolhimento dos animais já foi determinado.