Home Seu Pet

Coisas que os humanos fazem e os cães odeiam

Os cães, embora amigos-do-homem, em alguns momentos passam desconforto. Conheça as maneiras que eles não apreciam muito.

66
Indesejável banho

Os cachorros costumam ser animais muito leais, carinhosos e respeitosos com os seus tutores, mas há quem, diante de tanto sentimento positivo, esqueça que muitas vezes os colocamos em situações desconfortáveis.

Banhos excessivos
É sabido que, no Brasil, há uma cultura forte de banho e limpeza — não vista em regiões que desfrutam de climas diferentes do tropical, por exemplo. Mas essa tendência não pode se estender aos pets por duas razões: não devemos assumir que eles têm as mesmas necessidades que nós e simplesmente porque eles não gostam de banhos.

Secadores de cabelo
Já que o assunto é banho de cachorro, vale salientar outro ponto de desconforto para os amigos peludos: os secadores de cabelo. Ainda que necessário para secar corretamente o animal, o barulho e a temperatura do dispositivo, quando aplicado de forma errada, podem ser bastante desagradáveis ao animal.

Perfumes
Passo final da limpeza padrão dos pets, a utilização de perfumes também entra na lista do que os cachorros detestam. Os cães normalmente não gostam desse odor agradável para nós. Além de ser muito mais sensível, o cachorro tem outros interesses, pensando em odores. Então os nossos perfumes normalmente não são legais para eles.

Privação da percepção do ambiente
Se tiver alguma coisa que eles não suportam é quando ele está passeando e sentindo um cheiro — ou seja, o nosso equivalente de captar imagens de um lugar e detalhes — e nós o puxamos ou não o deixamos cheirar aquela superfície, local ou até mesmo fezes.

O medo da solidão

Deixá-los sozinhos
Por ser uma espécie gregária e social, o cachorro tem, em sua natureza, a necessidade de interagir com outros. Assim, deixá-lo sozinho por muito tempo não faz parte de uma situação prazerosa. Nem todo o cachorro desenvolverá um problema comportamental, mas a maioria não gosta e não fica feliz em estar sozinho. Então, diminuir esse tempo só, sem humanos, é bastante recomendável”.

Contato físico excessivo
Cumprimentar um cachorro que você não conhece chegando de frente, olhando no olho e beijando, com certeza, não é agradável. Ele chega de um jeito diferente, principalmente se não conhece a pessoa: primeiro cheira, e não vem com contato direto.

Contatos em demasia

Brigas e punições
Fazemos isso em cenários que consideramos inadequados, mas que, na visão canina do mundo, não são. Urinar fora do lugar, por exemplo, é normal para um cachorro — na natureza, ele faria isso em vários espaços, e não só no tapetinho ou em um ponto específico.

Roupas, enfeites e fantasias
Enfeites, fantasias ou mesmo a utilização de roupinha sem necessidade podem incomodar. Mas é claro que, se o cão está paradinho em um dia mais frio, colocar uma roupinha ou cobertinha pode esquentá-lo. Assim, vale o bom senso: nessa situação realmente precisa vesti-lo? Vale a pena, sabendo que o cachorro se incomoda? Se a resposta for não, então evite seguir com a ideia. (Fonte: vidadebicho)