Início Seu Pet

Nala e Simba, dois leões brancos raros, nascem em santuário

Animais nasceram no fim de julho e pesam quase 6kg. De acordo com a entidade Proteção Global do Leão Branco, há menos de 13 felinos da espécie soltos na natureza

191
Os dois filhotes nascidos no mês passado

Dois leões brancos nasceram, em 28 de julho, em Mailleraye-sur-Seinena, França. O parto dos animais ocorreu na Associação Caresse de Tigre e fotos dos recém-nascidos foram divulgadas nas redes sociais do santuário, neste domingo (11/8).

Como forma de homenagem aos protagonistas do clássico da Disney Rei Leão, Nala e Simba foram os nomes escolhidos para os filhotes. Por enquanto, os leões pesam quase 6kg. Mas, na fase adulta, a fêmea pode chegar a 150kg e o macho, a 250kg.

A Associação Caresse de Tigre resgata animais que sofreram maus-tratos, nascidos em cativeiros. Atualmente, 10 silvestres vivem no santuário e recebem cuidados especiais.

Uma das proprietárias do local, Klimond Brigitte, conta que os pais dos felinos só se conheceram porque eles os resgataram. “O dono dos dois leões queria vendê-los a um circo. Mas eu não concordei, nós não vendemos leões em um circo. Recolhemos mais de 5.000 euros e assim pudemos pagar. Agora os leões nos pertencem”, conta Brigitte.

Em até dois meses, a proposta é que Simba viva em um abrigo na França e Nala vá para um parque na Inglaterra. Mas, por enquanto, o casal de filhotes vive na casa dos proprietários do santuário e já é amigo do cachorro deles.

PERIGO DE EXTINÇÃO

O leão branco é um animal leucístico, com a coloração branca dos pêlos causada por um gene inibidos recessivo. Por isso, só ocorre o registro da espécie quando há o cruzamento entre leões portadores do gene mutante.

De acordo com a entidade Proteção Global do Leão Branco, há menos de 13 felinos da espécie soltos na natureza. Além disso, por quase 12 anos, os felinos correram alto risco de extinção, já que são considerados animais valiosos para caça.

Em 2004, um grupo de cientista conseguiu reintroduzí-los à vida selvagem.