Início Agronegócio

Agro se mobiliza para impedir vendas de terras a estrangeiros

Não há risco de perder soberania no agro, mas agricultores irão perder espaço de compra, garante o comentarista Benedito Rosa

33

Parte do setor produtivo não concorda com a medida aprovada pelo Senado que possibilita a venda de terras para estrangeiros. O projeto segue para a Câmara dos Deputados. O sindicato rural de Jataí, Goiás, está se mobilizando e pediu ajuda da bancada goiana no Congresso para barrar o texto. De acordo com o presidente do sindicato, é uma questão de soberania nacional. O produtor diz que a venda de terras para estrangeiros, principalmente chineses e europeus, vai acabar com o único setor que é responsável pelos superávits comerciais do Brasil.

O ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura Benedito Rosa afirma que esse tema é polêmico, mas que o agro não corre risco de perder a soberania. “O agro não vai perder a soberania, e sim diminuir a margem de manobra. Tem muitos exageros e xenofobia”, diz.

“É preciso alertar os agricultores da possibilidade de grandes grupos do exterior comprarem enormes extensões de terra no Brasil, o que vai diminuir a possibilidade dos nossos agricultores comprarem e manterem as suas terras. A sociedade precisa oferecer alternativas para essas milhões de famílias que são agricultores”, completa.