Início Agronegócio

Maior produção sustentável de algodão é brasileira

Agro brasileiro lidera o cultivo da fibra natural mais apreciada pelas grandes marcas de moda do mundo

22

Das 4,9 milhões de toneladas do algodão mais sustentável do mundo, 31,5% vêm do Brasil. Isso significa que o produto foi obtido sob os mais rigorosos padrões de sustentabilidade mediante a relações trabalhistas justas, responsabilidade socioambiental, melhoria de qualidade na produção no campo e a rastreabilidade do algodão.

A produção é atestada pela Better Cotton Initiative (BCI), uma organização sem fins lucrativos, criada em 2005, com sede em Genebra, Suíça. A missão da entidade é melhorar a produção mundial do algodão em todos os aspectos, desde a lavoura até o consumidor final e está revolucionando o jeito de se cultivar essa importante fibra natural em todo o mundo.

O algodão sustentável brasileiro

Como maior produtor, o Brasil foi um dos primeiros países e dar o pontapé inicial à safra do algodão certificado pela BCI junto com Paquistão, Índia e Mali, no ciclo 2010/2011. O primeiro resultado foi de 77,2 mil toneladas. Na época o Brasil reuniu 49 agricultores, uma área de cultivo de 27,7 mil hectares, e uma produção de 42,5 mil toneladas.

Na temporada 2017/2018, o País reuniu 270 produtores, uma área de cultivo de 866 mil hectares e a produção de 1,5 milhão de toneladas. O algodão sustentável brasileiro correspondeu a 76,9% de todo o produto colhido no País naquele período.

Rumo aos resultados

A BCI atualmente constitui-se numa cadeia produtiva bem estabelecida e que integra 2 milhões de produtores rurais de 22 países, entre os quais estão Estados Unidos, Austrália, Israel, Turquia, China, e mais recentemente o Egito. A produção de 4,9 milhões de toneladas desse grupo representou 19% de todo o algodão colhido no mundo.

Além de unir fazendas e entidades, o algodão BCI abrange grandes redes de varejo e marcas da moda como Nike, C&A, Adidas, Tommy Hilfiger, Puma e Ralph Lauren. Todas dão preferência ao algodão obtido por este processo.

Em agosto deste ano, a BCI deve apresentar a suas cinco metas atingidas ao longo de 2016 a 2020:

1ª – 30% do algodão do mundo proveniente de iniciativas de sustentabilidade
2ª – 5 milhões de produtores de algodão envolvidos
3ª – 10% do algodão do mundo originado da iniciativa BCI (meta já atingida em 2017!)
4ª – 9 países no comando das ações e captação de fundos do BCI
5ª – 100% das despesas do projeto BCI custeadas por doações