Início Agronegócio

NR 31.12 que envolve operação de máquinas agrícolas é tema de curso do Senar

O engenheiro agrônomo João Henrique de Souza Freitas explica as razões que levaram o Senar a dar o curso Prevenção de Acidentes com Máquinas Agrícolas – NR-31.12 em Serrana para trabalhadores da Usina da Pedra.

34
Curso ensina como trabalhador tem que operar máquina agrícola no campo

Pessoas ligadas ao meio rural como ‒ produtores, filhos de produtores, trabalhadores rurais, profissionais do setor, prestadores de serviço e parceiros ‒, que fazem a gestão da segurança do trabalho ou que estejam expostas a riscos na operação das máquinas agrícolas participaram na segunda semana de abril de um curso voltado para prevenção de acidentes.

O curso realizado na Usina da Pedra, em Serrana, atendeu todos os protocolos de segurança em função da pandemia do novo coranavírus e foi ministrado pelo instrutor – engenheiro agrônomo João Henrique de Souza Freitas, ensinando como evitar acidentes usando de maneira adequada e segura o maquinário, de acordo com as determinações previstas na legislação.

 Na verdade, em 2005, o Brasil revisou e regulamentou as normas técnicas para redução de acidentes e doenças no meio rural, editando para isso uma Norma Regulamentadora, denominada NR 31.12. Todas as regras estão contidas nesta norma que regulamenta a atividade, argumenta João Henrique.

Diz o agrônomo que a lei é extensa e muito detalhada. Poucos são os que conhecem e sabem aplicar inteiramente o que ela exige. Aos alunos ele salientou a razão de estarem todos ali, participando do curso, onde lhes é dada a oportunidade de conhecer a fundo as regras precisas que a NR-31 estabelece para cada tipo de máquina.

Instrutor e engenheiro agrônomo João Henrique de Souza Freitas durante o curso

As máquinas com seus diversos tipos e marcas, nestes últimos anos passaram a fazer parte da vida do homem no campo com mais assiduidade. Seu manuseio se não seguir regras passa a oferecer riscos. Segundo a Organização Mundial do Trabalho (OIT), é a atividade que mais oferece riscos ao trabalhador rural. A cada ano, como revela uma pesquisa da Universidade Estadual Paulista (Unesp), cerca de 700 mil trabalhadores rurais são vítimas de acidentes, a maioria durante a operação das máquinas, especialmente tratores.

Por conta dos perigos eminentes é que o Senar busca prevenir o crescente número de acidentes; com isso as empresas cada vez mais investem na capacitação, oferecendo gratuitamente, um curso sobre o tema.

Para realizar o curso neste momento de pandemia, o SENAR elaborou um documento estabelecendo uma série de medidas de segurança como uso obrigatório de máscara, álcool em gel, distanciamento social em sala de aula e redução do número de participantes por turma. “Com as medidas sendo cumpridas é evidente que estaremos garantindo a segurança dos produtores e trabalhadores rurais participantes do programa”, finalizou João Henrique.