Início Agronegócio

O Jovem Aprendiz que descobre o caminho da sua vocação

Até agosto do ano que vem o Senar e o Sindicato Rural de Araraquara investem na formação de jovens interessados em ingressar no mercado de trabalho. São 34 participantes de um curso realizado na Usina Santa Fé.

311
Participantes do programa Jovem Aprendiz implantado na Usina Santa Fé

A parceria do Sindicato Rural de Araraquara com o Senar SP está possibilitando a realização do Programa Jovem Aprendiz na Usina Santa Fé, que teve origem em 1925, na cidade de Nova Europa. “É uma satisfação atender uma empresa tão conceituada que coloca em sua grade de atividades a capacitação do jovem aprendiz interessado em adentrar ao mercado de trabalho”, afirma o coordenador regional do Senar SP, João Henrique de Souza Freitas.

A médica veterinária Thayná e o coordenador do Senar, João Henrique

O Jovem Aprendiz é um programa formado por diversos módulos; o primeiro deles foi realizado em setembro ficando sob a responsabilidade da médica veterinária Thayná Resende de Freitas. Ao nosso Caderno Agro, a instrutora comentou que o trabalho com os alunos tem sido muito tranquilo. “Eles se mostram muito colaborativos, interessados e dispostos em aprender”, comenta Thayná.

Na verdade o programa tem por objetivo incluir, capacitar e promover o desenvolvimento profissional de jovens, oportunizando a formação profissional rural, capacitando-os para o ingresso no mercado de trabalho.

Thayná desenvolve com 34 jovens – 17 em cada período, manhã e tarde – o módulo básico, ensinando a eles normas de autoestima, criatividade, cidadania, responsabilidade, ética, saúde e comunicação. As aulas são dadas de segunda à sexta e sendo encerrado este módulo logo começa um outro com a participação de um novo instrutor.

Podem participar do Programa de Aprendizagem do Senar, jovens com idade entre 18 anos completos e 24 anos incompletos, que tenham concluído ou estejam cursando o ensino fundamental ou médio. É dada preferência aos jovens de baixa renda e de famílias de trabalhador ou produtor rural.

O programa é realizado em parceria com empresas rurais – neste caso a Santa Fé – que se enquadram na legislação no que diz respeito à obrigação de contratação de aprendizes. Os resultados são gratificantes, principalmente que grande parte dos jovens estão descobrindo sua vocação, que pode estar atrelada ou não a sua formação.

Usina Santa Fé, em Nova Europa