Início Agronegócio

Rever tributação dos Cbios é prioridade, diz Arnaldo Jardim

O evento foi realizado em ambiente virtual, respeitando as normas de isolamento social durante a pandemia

17

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Sucroenergético, o deputado federal Arnaldo Jardim celebrou na abertura da edição 2020 do Megacana Tech Show, nesta quarta-feira (05), a grande conquista que foi para o setor sucroenergético a implementação do RenovaBio neste ano. O evento foi realizado em ambiente virtual, respeitando as normas de isolamento social durante a pandemia.

“Eu tenho a honra de ter nesta Frente, e isso dá solidez a ela, deputados da qualidade do Zé Silva, líder do Solidariedade, do Zé Vitor, que tem tido a responsabilidade de relatar várias matérias importantes, e meu vice-presidente Franco Cartafina”, elogiou Jardim sobre os demais parlamentares participantes do debate.

O presidente da Frente destacou “alguns aspectos importantes, como o sucesso do RenovaBio. Nós tínhamos que avançar na certificação das unidades produtoras. Isso se fez, agradeço muito a parceria com a Agência Nacional do Petróleo (ANP). Definimos o RenovaCalc. Portanto, o RenovaBio, se tornou uma importante realidade”.

Além de comemorar, Arnaldo Jardim também apontou os desafios a curto prazo dizendo que “estamos nos mobilizando pela definição da tributação dos CBios. Já discutimos isso na Medida Provisória (MP) 897, já tínhamos essa questão relatada, mas infelizmente ela foi vetada pelo presidente”.

O deputado destacou “o apoio e a perseverança que têm tido a ministra Tereza Cristina (Mapa) e o ministro Bento Albuquerque (minas e Energia) nos ajudando a buscar uma equação”. Jardim diz estar confiante de que na próxima semana “teremos o presidente editando uma medida para consolidar os CBio e a matriz de biocombustíveis no País.”

O debate de abertura do evento foi coordenado por Mario Campos, presidente da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), realizadora do evento, e contou com a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, discutindo a força do setor e como ele está sendo importante durante a pandemia.

O novo formato do Megacana, virtual, foi destacado pela ministra, para quem “a COVID está nos ensinando muita coisa. Uma delas é que o virtual veio para ficar. Presencialmente é sempre melhor, estamos mais juntos, mas estamos aprendendo neste novo momento, nestes novos tempos, como não deixar de fazer os eventos acontecerem”.

A ministra comemorou também a força do setor sucroenergético durante este período delicado. “Fizemos um esforço enorme inclusive com outros ministérios para enfrentar uma série de problemas, mas as coisas funcionaram. Colhemos a safra, os insumos da safrinha chegaram e ela será colhida. O agronegócio vem batendo recordes de exportação além de estar abastecendo a nossa população”, lembrou.

Fonte: DATAGRO