Início Agronegócio

Suínos: MS inaugura granja que produzirá 40 mil matrizes por ano

De acordo com o secretário de Agricultura do estado, a cadeia produtiva entra em novo patamar e passa a ter o ciclo completo

34
Interior da Granja de Suinos que vem sendo construída

A granja de suínos Rio Verde, no município de mesmo nome em Mato Grosso do Sul, foi inaugurada no começo desta semana. Participaram da solenidade o governador Reinaldo Azambuja e o secretário de Agricultura Jaime Verruck.

Na segunda-feira, foi autorizada a obra de pavimentação asfáltica de 39,1 mil m² do acesso da BR-163 até a unidade multiplicadora de matrizes da Cooperativa  de São Gabriel do Oeste (Cooasgo), que deve entrar em operação em janeiro de 2021, sendo a primeira a ser instalada no estado.

Por meio de convênio com a Secretaria de Meio Ambienter, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro),  o governo de Mato Grosso do Sul transferiu R$ 2,8 milhões à granja Rio Verde para a execução da obra, com vigência de um ano.

De acordo com o secretário Jaime Verrruck, a política estadual de incentivo à suinocultura, aliada ao projeto da Cooasgo, focado em genética, eleva o estado a um novo patamar dentro da cadeia produtiva do setor, que passa a ter o ciclo completo, desde a produção de matrizes até o produto final da indústria para o consumidor.

APOIO À INDÚSTRIA DE SUINOS

Ainda em construção, o empreendimento da Cooasgo terá 40,5 mil m² de área construída, em projeto feito em parceria com a Agroceres, e terá produção anual de mais de 40 mil matrizes por ano. A previsão é de ter 1,5 mil fêmeas por semana para reprodução, somando 78 mil por ano. Além de 90 mil machos para abate por ano. Vai gerar 42 empregos diretos e 210 indiretos, projetando-se um incremento de R$ 145 mil na economia local, todos os meses, sem contar a movimentação dos outros setores.

“Essa unidade estava paralisada há mais de 12 anos. E através do nosso programa de incentivos que troca impostos por empregos estão fazendo aqui um grande investimento, de mais de R$ 30 milhões para ampliar capacidade de abate e oferta de empregos. Esse novo local vai gerar ainda oportunidade de crescimento econômico para Rio Verde e toda a região”, destacou Reinaldo Azambuja.

Segundo o presidente da Cooasgo, Sergio Marcon, o apoio que o governo ofereceu tem sido fundamental para o fomento da suinocultura, colaborando com toda a cadeia produtiva. “O investimento do Estado promove a importância que a nova granja trará para o desenvolvimento de toda a região Norte e na logística de transporte, mobilidade e segurança dos funcionários”, disse o empresário.