Início Artigo

Audiência Pública: Respeito, Ética e Cidadania

Por José Pedro Renzi

506

Na última Audiência Pública promovida na Câmara Municipal, o tema foi a proposta do governo federal da criação dos Colégios Cívico-Militares.

Não sou do time do contra e nem mesmo do time sim senhor!

Sou favorável a um ensino de qualidade, com 25 alunos ou estudantes por sala de aula, sou favorável as parceiras Público-privado para resolver os problemas de manutenção da estrutura pública do ensino ou das escolas públicas do ensino básico até a Pós-graduação das nossas Universidades Públicas que estão no ranking de melhor qualidade de ensino: UNESP, USP, UNICAMP, UFSCAR, UFESP, e tantas escolas de ensino fundamental, como o EMEF Rafael Medina em Araraquara, mantido pelo governo do prefeito Edinho Silva e sua Administração Pública voltada aos mais pobres e humildes em Araraquara, a nossa cidade natal.

Gosto do debate de idéias que necessariamente seria em cima dos Parâmetros Curriculares Nacionais e das mudanças graduais e justas nas Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, como o apoio intelectual da UNESP, Pedagogia em Araraquara e UFSCAR, curso de graduação em Educação e departamentos de Metodologia do Ensino e dos Fundamentos da Educação, onde com prazer fui Professor Substituto ao lado dos cientistas sociais: Paolo Nosela, Ester Buffa, Waldemar, Celso, e tantos memoráveis educadores Pesquisadores acadêmicos da nossa UFSCAR.

Também acredito que as torcidas organizadas contra e a favor do atual governo, deveriam ser feitas nas ruas e no momento de eleição ou diante dos seus partidos políticos e candidatos que serão lançados para prefeito, vice-prefeito e vereadores em 2020 na eleição municipal em Araraquara.

Gostaria que outras Audiências Públicas, que poderiam ser feitas, sobre moradores de rua, segurança, mulheres e direitos, bem como sobre a preservação do Meio Ambiente pudessem feitas com um pouco de ética e respeito à opinião dos Cidadãos que pagam impostos e desejam a qualidade dos Serviços Públicos sejam em Araraquara, em São Paulo ou no Brasil.

Democracia exige racionalidade, paciência e principalmente conhecimento da matéria em pauta: a sobrevivência dos Educadores e Educadoras em todo Brasil, nossa Pátria Amada.

Que as disciplinas de Historia, Geografia, Sociologia e Filosofia sejam respeitadas com ética e com o debate sobre os Parâmetros Curriculares Nacionais e da Constituição Cidadã do Brasil, promulgada em outubro de 1988.

“Audiência Pública está de Parabéns”, aos senhores vereadores e população, precisa de mudança dos senhores e senhoras que foram aplaudir ou vaiar!

**As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem, necessariamente, com as do RCIARARAQUARA.COM.BR