Início Cidade

Câmara concede ‘Diploma de Reconhecimento Público’ ao Senai pelo seu cinquentenário

Oficio foi entregue pessoalmente pelos vereadores Aluisio Boi e Fabi Virgílio

36
Vereadores Aluisio Boi (MDB) e Fabi Virgílio (PT) entregaram ao diretor da Escola Senai “Henrique Lupo”, Paulo Sergio Sassi, cópia do decreto que concede a honraria

O presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Aluisio Boi (MDB), e a vereadora Fabi Virgílio (PT) entregaram, na tarde desta quinta-feira (10), ao diretor da Escola Senai “Henrique Lupo”, Paulo Sergio Sassi, cópia do Decreto Legislativo nº 1.109, resultante de projeto de iniciativa da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Araraquara, que concede a honraria “Diploma de Reconhecimento Público” a essa instituição, em comemoração aos 50 anos de sua fundação.

Sassi disse que o sentimento é de gratidão ao receber esse reconhecimento da Câmara e da sociedade por tantos anos de trabalho do Senai. “Começamos em uma história de evolução, de acordo com o perfil de Araraquara. E hoje, a escola é uma das maiores em números de títulos e cursos oferecidos, devido a diversidade da cidade. Ficamos felizes por toda a confiança da comunidade, para que continuemos com a nossa essência, que é formar pessoas, com ética e cidadania, transformando a vida dessas pessoas através da escola profissional.”

Em um rápido relato, os vereadores foram informados sobre muitas das atividades desenvolvidas pelo Senai, mesmo no período de pandemia e que a instituição vem sentindo um aquecimento da demanda por estagiários em empresas de Araraquara e de toda a região. A procura por estudantes aumenta à medida que a produção também cresce, o que é um ótimo indicador da economia local e regional.

Para Fabi Virgílio, “esses dados são alentadores, uma vez que o aumento da produção industrial e de outros setores e a criação de empregos mostram uma reação positiva de Araraquara, mesmo em um cenário de crise global. Vi nos olhos do Sassi essa mesma alegria, uma vez que a instituição Senai, há 50 anos conosco, é parte integrante desse panorama favorável”.

Boi aproveitou a reunião para enfatizar a importância dessa integração do Senai com a cidade e fez um pedido ao diretor da entidade: “Gostaria de sugerir a volta dos cursos nos bairros, como já aconteceu em um passado recente. Me lembro do curso de construção civil, que formou vários trabalhadores, inclusive mulheres, que tomaram o conhecimento como profissão ou utilizam no seu dia a dia, construindo ou reformando suas próprias casas e de seus familiares”, argumentou Boi a Sassi, que se mostrou bastante receptivo a essa ideia e respondeu positivamente ao pedido.

ESCOLA SENAI “HENRIQUE LUPO”

No ano de 1963, a família Lupo decidiu doar ao SENAI de São Paulo um terreno de 18.274,40 m², no bairro Quitandinha, na cidade de Araraquara, para a construção de uma escola de aprendizagem industrial. Após a execução do projeto da obra, em 28 de maio de 1971, foi inaugurada a Escola SENAI “Henrique Lupo”, um marco parara Araraquara.

Nesses 50 anos, a escola formou profissionais que buscavam atender às demandas e às necessidades das empresas, que exigiam mão de obra especializada, nos seus mais diversos setores. Desde então, os cursos de qualificação da Escola “Henrique Lupo” são sinônimo de qualidade e abrem portas ao mercado de trabalho.

Atualmente, a escola atende as áreas de alimentos, automação, aeronáutica, automobilística, construção civil, eletroeletrônica, eletromecânica, gestão, logística, madeira e mobiliário, metalurgia, metalomecânica, refrigeração, segurança do trabalho, tecnologia da informação e vestuário.