Início Cidade

Cerest busca reduzir número de acidentes de trabalho

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Regional apresenta dados sobre acidentes que envolvem 24 cidades

15
Em 2019, o município de Araraquara registrou 730 acidentes de trabalho

O Cerest Araraquara (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Regional) “Francisco Neves”, que engloba 24 municípios, registrou 1.744 acidentes de trabalho no primeiro trimestre de 2020 – meses de janeiro, fevereiro e março. No ano passado, neste mesmo período, foram registrados 2.399 desse tipo de acidente.

Do total registrado este ano pelo Cerest Regional, 533 acidentes de trabalho foram computados no município de Araraquara, sendo quatro fatais, 54 graves, 70 moderados e 397 considerados leves, entre outros. Os demais 1.209 acidentes foram registrados entre janeiro e março de 2020 nos 23 municípios abrangidos pelo órgão araraquarense.

Em 2019, o município de Araraquara registrou 730 acidentes de trabalho – seis fatais, 84 graves, 101 moderados e 539 leves -, enquanto os outros 23 municípios registraram 1.669.

Para a gestora do Cerest Araraquara, Joanita C. Benincasa, os números são considerados altos, inclusive em meio à pandemia do novo coronavirus, que tem causado muita preocupação em todos os setores no País.

“É preciso mais ações entre o Cerest e as empresas para reduzir o número desses acidentes, para aumentar o nível de conscientização, e garantir mais segurança e saúde ao trabalhador”, acrescenta Joanita.

Vale ressaltar que em 25 de maio de 2005 o Brasil instituiu o Dia Nacional em Memória das Vitimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

Já o Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho foi criado pela OIT (organização Internacional do Trabalho) em 28 de abril de 2003.

Ambas as datas marcam a luta dos trabalhadores em todo o mundo pelo direito universal à saúde e para tornar visíveis os problemas relacionados a acidentes e doenças de trabalho.