Início Cidade

Com 781 focos de incêndio em oito meses, Araraquara supera o total de queimadas de 2020

Estado de São Paulo já tem o maior número de queimadas em 11 anos

21
Segundo os dados do satélite de referência (AQUA_M-T) do Instituto Nacional de Pesquisas Espacial (INPE), o estado registrou, entre o dia 1 de janeiro até 18 de setembro, 4.886 focos de queimadas

Ainda com os números das queimadas no mês de agosto sendo contabilizados, Araraquara já totaliza neste ano mais ocorrências do que todo o ano de 2020. De acordo com a Defesa Civil Municipal, a cidade já atingiu 781 focos de incêndio em oito meses, contra 698 registrados no ano passado.

Somente no mês de agosto deste ano, a Defesa Civil já contabilizou 175 queimadas. No mesmo período de 2020, foram 126. Com maior incidência a partir do mês de maio, seguindo até agosto e setembro, a tendência na região é de que as queimadas diminuam a partir de outubro.

O tempo seco, a falta de chuva e as altas temperaturas neste ano colaboraram para o aumento dos focos de incêndio em Araraquara, na região e em boa parte do país. O estado de São Paulo, por exemplo, já tem o maior número de queimadas em 11 anos.

Segundo os dados do satélite de referência (AQUA_M-T) do Instituto Nacional de Pesquisas Espacial (INPE), o estado registrou, entre o dia 1 de janeiro até 18 de setembro, 4.886 focos de queimadas. Esse valor é 8% maior do que o mesmo período de 2020, quando o estado registrou 4.488 focos de queimadas.

O município de Cajuru lidera o ranking do estado, seguido por Morro Agudo e São Carlos. Estes 4.886 focos de queimadas neste ano é o maior número de focos para o mesmo período dos últimos 11 anos, ou seja, desde 2010 quando registrou 6.381 focos de queimadas.

O estado de São Paulo registrou 1211 focos de queimadas neste mês de setembro de 2021 (até o dia 17/09). Em setembro de 2020 foram 2254 focos – que foi o maior já registrado em um mês de setembro desde seus registros, que começaram em 1998. No entanto, em agosto de 2021 foram 2277 focos de queimadas, sendo o maior para um mês de agosto dos últimos 11 anos. (com Clima Tempo)