Início Cidade

Comerciantes e prestadores de serviços devem seguir normas na “quarentena inteligente”

Para o retorno destas atividades, os estabelecimentos terão que cumprir rigorosamente as restrições sanitárias e os horários reduzidos, conforme decreto assinado na sexta (30)

68
A Prefeitura leva em conta as condições de Araraquara

Começa a vigorar amanhã, dia 1 de junho, a quarentena com flexibilização nas atividades do comércio e de prestação de serviços do município.

É a chamada “quarentena inteligente”, anunciada pelo Governo do Estado de São Paulo. De acordo com o Plano São Paulo, Araraquara foi classificada na fase 3, que permite a abertura do comércio, de bares, restaurantes, shoppings centers, salões de beleza, concessionárias, imobiliárias e escritórios.

Para o retorno destas atividades, os estabelecimentos terão que cumprir rigorosamente as restrições sanitárias e os horários reduzidos, definidos no decreto municipal que foi publicado ontem, dia 30 de maio, nos Atos Oficiais do Município. No documento, a Prefeitura leva em conta as condições de Araraquara, à luz do decreto estadual publicado no dia 29 de maio.

Entre as normas a serem seguidas pelos comerciantes e prestadores de serviços estão:

– Atendimento simultâneo de consumidores em razão da área total do estabelecimento, prevista no Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);

– Distância mínima de 1,50m entre cada pessoa dentro do estabelecimento, abrangidos seus funcionários;

– Distribuição de senhas aos consumidores para o ingresso no estabelecimento, organização de eventuais filas externas;

– Disponibilização de álcool gel, ou produto higienizador similar;

– Proibição de emprego de aparelhos de ar-condicionado, ventiladores, circuladores de ar e demais equipamentos de ventilação forçada

– E uso obrigatório de máscaras em espaços públicos, bem como em espaços particulares abertos ao público.

– Fica proibido o atendimento ao público por parte de cinemas, teatros, casas de shows, bem como a realização de quaisquer eventos culturais ou esportivos que gerem aglomeração de pessoas.

– Restaurantes, padarias, bares, lanchonetes e assemelhados ficam proibidos de disponibilizar produtos na forma de buffet ou de self-service;

– A distribuição dos consumidores deverá observar o espaçamento de 2m, entre as mesas.

O decreto municipal completo, com todas as regras e medidas, podem ser consultadas no site da Prefeitura, nos Atos Oficiais de 30 de maio de 2020.

E o Comitê reforça que esta flexibilização visa minimizar os prejuízos econômicos decorrentes da pandemia do Coronavírus. Não significa o fim da quarentena e muito menos o fim da luta contra a doença.

O isolamento social ainda é a arma de controle do contágio da doença e este é o momento de redobrar a prevenção. A alerta, principalmente para os idosos e as demais pessoas do grupo de risco, é que o vírus continua circulando na nossa cidade e, por isso, quem não precisar sair, deve permanecer em casa.

Quem precisar frequentar espaços públicos deve usar máscara e prestar muita atenção nos cuidados com a higiene, lavando sempre as mãos com água e sabão ou utilizando álcool em gel.

Esta retomada das atividades econômicas em Araraquara será feita como muita cautela, rigor, responsabilidade e fiscalização.