Home Cidade

Edinho visita obras de hospitais de campanha do novo coronavírus

Unidades estão sendo implantadas na antiga Novamoto, na entrada da cidade, e na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, na Vila Xavier

142

O prefeito Edinho visitou nesta terça-feira (31) duas obras para fortalecimento da rede municipal de Saúde no enfrentamento ao novo coronavírus, causador da pandemia mundial da Covid-19. Três casos da doença, incluindo uma morte, foram confirmadas pelo Comitê de Contingência do Coronavírus nesta terça.

No Hospital da Solidariedade, hospital de campanha na antiga Novamoto, as equipes contratadas e os apoiadores selecionados em processo seletivo trabalham nas adequações estruturais e na instalação dos ‘boxes’ que abrigarão 50 leitos, entre retaguarda e semi-UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Já na Vila Xavier, as equipes da Prefeitura trabalham na instalação de uma passagem entre a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, cruzando a Rua José do Patrocínio. O muro dos fundos da igreja já foi parcialmente aberto para essa finalidade.

“Estamos estruturados, organizados para enfrentar e derrotar a doença. Para isso, preciso que a população fique em casa e fortaleça nossa Rede de Solidariedade”, declarou o prefeito em transmissão pelo Facebook.

A Rede de Solidaridade atende pelo telefone 0800-773-1145, com foco nas pessoas que precisam de ajuda para compras em supermercados e farmácias, que necessitam de doações de alimentos e itens de limpeza e nas pessoas que querem se cadastrar como voluntárias.


Além do Hospital da Solidariedade e da parceria com a igreja da Vila Xavier, a Prefeitura tem outras iniciativas na estruturação da rede municipal: o fortalecimento das UPAs, com a da Vila Xavier sendo referência para casos suspeitos da Covid-19; a abertura de seis unidades de saúde em horário ampliado, até as 20h (Santa Angelina, Melhado, Vila Xavier, Jardim América, Selmi Dei e Iguatemi); a Ouvidoria da Saúde, com o telefone 0800-771-7723; o Disque-Acolhimento (3305-5609) para ajuda psicológica à população, devido ao isolamento social; entre outras ações que podem ser conferidas em www.araraquara.sp.gov.br/coronavirus.

Em seus vídeos nas redes sociais, Edinho ainda agradeceu aos servidores municipais que estão trabalhando no combate à doença e a mais empresas e instituições que estão colaborando com doações à Prefeitura: Ministério Público do Trabalho, Justiça do Trabalho, Supermercado Savegnago e Arenco.

Primeiros casos
O prefeito também comentou a confirmação oficial dos primeiros três casos do novo coronavírus em Araraquara, após boletim extraordinário divulgado pelo Comitê de Contingência do Coronavírus na manhã desta terça.

“Nós sabíamos que, em algum momento, nós teríamos as primeiras confirmações da doença aqui em Araraquara, pois toda a região está enfrentando essa situação. Muita gente de Araraquara também viajou para São Paulo. É motivo de tristeza e é também motivo para que a gente trabalhe ainda mais”, disse.

Segundo os últimos dados atualizados, Araraquara possui três casos confirmados, com uma morte, além de 32 pacientes aguardando resultados de exames e duas mortes suspeitas sendo investigadas.

No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, são 201 mortes e 5.717 casos confirmados. Fazem parte do grupo de risco idosos (acima de 60 anos), pessoas com doenças autoimunes, imunossuprimidos, gestantes, lactantes e pessoas com doenças crônicas.

Entre os sintomas do novo coronavírus estão febre alta e persistente, tosse, cansaço e falta de ar. Para a prevenção da doença, é recomendada a higienização frequente das mãos (com água e sabão ou álcool gel), manutenção dos ambientes arejados e o isolamento social (prática seguida por diversos países do mundo), evitando aglomerações de pessoas.