Início Cidade

Edinho vistoria instalação de novos leitos para Covid-19 e reforça necessidade de isolamento social

"A doença está matando todos os dias, provocando dor nas famílias", afirmou o prefeito; mais cinco óbitos foram registrados neste sábado (27)

91
Araraquara registrou mais 205 casos de Covid-19 neste sábado e cinco óbitos

O prefeito Edinho, autoridades de saúde e vereadores de Araraquara vistoriaram neste sábado (27) as estruturas do Pronto-Socorro do Melhado e do Hospital da Solidariedade, hospital de campanha para pacientes com coronavírus. Os dois locais estão recebendo novos leitos instalados em parceria com o Governo do Estado.

“No Pronto-Socorro do Melhado, unidade montada para 20 leitos, já estamos com 35 leitos ocupados, mais cinco vão entrar em operação e estamos montando mais seis. Portanto, está indo para 46 leitos [de enfermaria]. São espaços improvisados, mas com cilindro de oxigênio e todos os equipamentos necessários. No hospital de campanha, montado para 51 leitos [31 de enfermaria e 20 de UTI], estamos abrindo mais oito leitos de enfermaria e 12 leitos de UTI”, explicou Edinho.

Mas o prefeito ressaltou que, mesmo com os novos leitos, a curva de transmissão da Covid-19 precisa cair. E, para isso, é preciso respeitar o distanciamento social. Apesar de os supermercados terem sido reabertos neste sábado, só deve sair de casa para fazer compras quem realmente está precisando.

“A Prefeitura está fazendo a parte dela. Quem não estiver tomando os cuidados necessários precisa entender que a pandemia é uma realidade. Estamos com 12 pacientes na UPA da Vila Xavier esperando leitos de internação. Se você que não está levando a sério a pandemia ficar doente, não tem leito para você. Nem na rede pública e nem na rede privada”, destacou.

“Só há uma forma de enfrentarmos essa situação hoje. Como não tem vacinação em massa, a única forma de enfrentar é o isolamento social. Eu faço um apelo. Eu te peço, pelo amor de Deus. Se você não acredita em mim, acredite em Deus. Pelo amor de Deus, leve a sério. São os médicos, os infectologistas, os cientistas que dizem: nós precisamos de 10 dias de isolamento, que terminam na terça-feira. Nós precisamos que as pessoas não circulem nesses 10 dias para darmos o primeiro passo. A doença está matando todos os dias, provocando dor nas famílias. Não saia de casa, a não ser que for extremamente necessário”, concluiu Edinho.

Araraquara registrou mais 205 casos de Covid-19 neste sábado e cinco óbitos, sendo um idoso de 82 anos e outros quatro homens abaixo dos 60 anos (idades de 48, 49, 53 e 56 anos). O município chega a 202 vítimas fatais da doença.

Estiveram na visita a vereadora Thainara Faria (PT) e os vereadores Emanoel Sponton (Progressistas) e Guilherme Bianco (PCdoB); o chefe de gabinete, Alan Silva; a coordenadora de Atenção Básica, Talitha Martins; o coordenador de Gestão da Saúde, Delorges Mano; a diretora executiva da Fungota, Lúcia Ortiz; a diretora administrativa da Fungota, Joice Nogueira; e a diretora técnica da Fungota, Emanuelle Laurenti.