Início Cidade

Lar São Francisco: 15 idosos e 5 funcionários foram contaminados pela covid-19

Alguns residentes do asilo estão internados preventivamente e a Saúde segue monitorando a instituição, após a morte de uma idosa

167
Idosos e funcionários da entidade estão sendo monitorados pela Saúde. Foto: RCIA

Na tarde da segunda-feira (14), familiares de idosos residentes no Lar São Francisco questionavam o fato de alguns deles não apresentarem sintomas gripais ou coronavírus e mesmo assim, estavam sendo internados. De acordo com o irmão de um dos idosos internados, ele não havia positivado para o covid-19 e estava sendo levado ao hospital para um melhor atendimento.

Em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Araraquara o Portal RCIA foi informado que os idosos do asilo que apresentaram sintomas de síndrome gripal foram testados para Coronavírus e, por prevenção, permanecem internados no Pólo de Triagem da UPA da Vila Xavier, em observação, até os resultados dos exames.

De acordo com a Secretária de Saúde Eliana Honain, os números foram fechados na manhã desta terça-feira (15) com cinco funcionários e 15 idosos positivados para o covid-19

A Saúde informou ainda que a internação preventiva de pessoas do grupo de risco é uma estratégia que vem sendo adotada pela Secretaria Municipal da Saúde para evitar complicações da doença e, principalmente, evitar óbitos.

O Lar São Francisco de Araraquara atende hoje 159 idosos, parte pública e parte particular, e segundo a secretária de Saúde, um monitoramento intenso dentro da instituição vem sendo realizado desde sexta-feira (11), onde foi coletado material para exames de todos os profissionais que trabalham no asilo e também dos idosos residentes.

Além do monitoramento a Saúde também vem executando a sanitização do local. Dos 15 idosos, 12 estão internados preventivamente para observação. “Houve uma morte súbita no asilo no dia 11 de setembro, de uma idosa de 75 anos que estava internada em hospital particular, onde foi coletado material para exame, e foi positivado para a covid-19, a partir daí nós intensificamos a testagem e estamos monitorando”, diz Honain.

As visitas estão suspensas no Lar desde o início da pandemia, e partir de agora o controle para entrada dos funcionários também será mais rígido, para evitar que a doença volte a entrar na instituição.

Tentamos contato com o médico que é diretor clínico do Lar São Francisco durante toda a manhã, mas não fomos atendidos.

Araraquara soma 3.751 casos confirmados da doença desde o começo da pandemia e nesta terça, positivou 66 novos casos. O coronavírus já levou a óbito 41 pessoas no município.