Início Cidade

População (83%) é favorável a melhorias na atividade da Guarda Municipal

Mesmo desprezada em algumas situações pelo Poder Público, a nossa Guarda Municipal ainda incentiva a máxima popular de que – quanto mais polícia melhor. Com atuação restrita, os guardas civis têm contribuído com a segurança da cidade, mas enfrentam às vezes descasos e dissabores da concorrência com polícias superiores que subestimam a capacidade dos seus profissionais.

305
Trabalho de segurança pelas ruas da cidade, realizado pela Guarda Municipal

A Enquete ‘Você acredita que os nossos bens públicos como Gigantão, Biblioteca, Pinheirinho, Museu, Escolas Municipais e outros, estão bem seguros com o trabalho da Guarda Municipal?’ chegou ao fim, após a permanecer aberta por 10 dias para que os internautas se manifestassem. O resultado nos leva a refletir sobre a existência da unidade.

Se por um lado há os que criticam o trabalho organizado pela Guarda Civil, é verdade que a maioria aplaude e entende que ela é de extrema importância, pois sua tarefa se destina à proteção dos bens públicos, serviços e instalações, além de outras atividades, levando cada município a gerir essa força e, também, descrever suas funções básicas.

Durante o período em que a enquete ficou exposta ao público em nenhum momento surgiu o desejo ou ameaça de exterminá-la; pelo contrário, há o desejo de equipá-la cada vez mais, capacitar seus profissionais constantemente e fazer com que a Guarda Municipal tenha papel ainda mais amplo na comunidade, ainda que exista uma modesta resistência de outras polícias, como é o caso da própria Polícia Militar.

Só que verdadeiramente não há entre as unidades de segurança o entendimento que a Guarda Municipal é um importante instrumento na garantia da segurança nas ruas, trabalhando no combate à violência urbana e na fiscalização do trânsito, entre outras atividades. Seus agentes fazem rondas também, para agilizar o atendimento a ocorrências policiais e a delitos flagrados pelas câmeras de videomonitoramento como tem ocorrido até mesmo com certa intensidade em Araraquara.

Ao atuar na organização do trânsito na cidade, acidentes, serviço de guincho, fiscalização de obras em via pública ou flagrantes de infração ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e também na segurança em casos de dano ao patrimônio público e quando há denúncias de pequenos delitos ou de situações suspeitas em praças, escolas e parques municipais, a Guarda Municipal contribui com a segurança da cidade.

De forma generalizada, enquanto a fusão dos trabalhos de policiais militares e guardas municipais tem bons resultados em diversos benefícios para a sociedade, principalmente no combate as drogas e a criminalidade, em outros não há consenso e unidades policiais superiores subestimam a capacidade dos guardas considerados civis.

Mas, há quem diga que politicamente não é interessante a existência de uma Guarda Municipal, pois ela está bem mais próxima da população que a Polícia Militar e pode neste caso ter sob sua guarda informações e trabalhos investigativos que acabam gerando concorrência com outras polícias. Por mais expressivo que seja o crime desvendado por um guarda municipal, nunca terá o devido reconhecimento das polícias investigativas superiores.

Assim, na enquete apenas 13% não aprecia o trabalho da Guarda Municipal, bem longe dos 83% que apoiam e entendem que – quanto mais polícia na rua melhor. Dos participantes desta consulta tão somente 1% não quis se manifestar.