Início Cidade

Vacinação contra gripe atinge 95,54% dos idosos em Araraquara

No total, já são mais de 44 mil pessoas imunizadas na cidade desde o início da campanha, há um mês

20

Um mês após o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, 28.316 idosos já foram imunizados em Araraquara. O número equivale a 95,54% desse público-alvo. Somando todos os grupos prioritários alvo da campanha, já são mais 44 mil pessoas vacinadas na cidade.

As primeiras fases da campanha são voltadas a idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo (motoristas e cobradores), funcionários do sistema prisional, trabalhadores portuários, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

A vacina está disponível em todos os postos de saúde e no Sesa (Serviço Especial de Saúde de Araraquara), de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. As unidades de atendimento foram organizadas com espaços externos (com cobertura tipo tenda), respeitando o espaçamento seguro de pelo menos 1 metro entre cada pessoa, a fim de evitar aglomerações.

O Ministério da Saúde ressalta que a vacina contra gripe não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para Covid-19 – já que os sintomas são parecidos – e, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.

Fases da Campanha de Vacinação contra a Gripe:

1ª fase (a partir de 23 de março): Idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde e profissionais das forças de segurança e salvamento

2ª fase (a partir de 16 abril): Portadores de doenças crônicas não transmissíveis, caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo, adolescentes e jovens sob medida socioeducativa, funcionários do sistema prisional, trabalhadores portuários e pessoas privadas de liberdade

3ª fase (de 9 a 22 de maio): Professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adultos acima de 55 anos e pessoas com deficiência